quinta-feira, janeiro 11, 2007

Sono...

Aos poucos vamos reaprendendo a nossa rotina de deitar. O Miguel, já não vai para a cama às 19h como fazia. Agora não abdica de se sentar connosco à mesa e gritar por comida. Têm-se deitado tarde, quase às dez. Esta hora, de dormir, baralha-nos também as nossas voltas, nem que seja para poder ver, tranquilamente, aquela série de que se gosta na televisão. Mas o problema que se punha, era como adormecer os dois ao mesmo tempo, no mesmo quarto, de forma tão diferente? Ela não dispensa a sua história na cama, contada a duas vozes (a dela sempre bem alta) e com a luz acesa. Ele, quer sossego, escuridão e a nossa cara por perto. No entanto, até foi fácil. O pai deita-se com ela e conta-lhe a história que ela escolheu. A luz fraquinha do candeeiro dela, alumia a história, mas deixa o berço na penumbra. Eu, deito-o a ele, dou-lhe a chucha, aconchego o edredão e fico de cara colada a dele, até ele desistir de resistir. Ainda o pai não acabou a história, já ele dorme e eu saio. Muitas vezes, basta dar-lhe a chucha e aconchegá-lo que ele adormece imediatamente. Adormecê-lo(s) é fácil... pena é que ele queira que o "adormeçam" de hora a hora... durante toda a noite. Tem um sono demasiado superficial, que não o deixa descansar em condições, e o facto de ter uma data de dentes a querer romper também não ajuda... (e eu em geral, nunca me deito antes da uma, porque ele acorda sempre por volta da meia-noite para mamar... o corpo pede cama, mas o espiríto agradece esta casa silênciosa e o tempo só para si) PS: Ele quando acorda também é a chorar bem alto. A Joana não lhe liga nenhuma e continua a dormir. Mas acho-lhe piada porque de vez em quando, mesmo a dormir, vai soltando uns "ssshhhhiiiuuuu" muito zangados, ou uns "não faças barulho Miguel!".

10 comentários:

Monica disse...

Sabem tão bem esses momentos depois de adormecerem :)
Eu bem queria o André no quarto com a mana mas acorda pelo menos uma vez por noite para comer e é logo a berrar... de certeza uwe vai acordar a irmã!
Não acontece com os teus?
Beijos

Amores Perfeitos disse...

pois acontece o mesmo aqui igual ao q acontece c a Mónica!
ainda não mudei o meu pq acorda por vezes ao berros e iria destabilizá-la
realmente ele adormece mto bem ,mas os dentes incomodam-no!

Anónimo disse...

E eu ainda me queixo quando o meu menino acorda as 5/6 da matina!
Não dormes muito pouquito?

Beijocas

Anónimo disse...

E eu que sempre achei um bicho-de-sete-cabeças um bebé e um menos bebé no mesmo quarto...
Fiquei mais esperançosa. :)
Uns lindos os teus bebés.

Já agora, a Maria tb anda aflita com os dentes, e para descansar melhor há noites em que lhe dou benuron (mas eu tenho a certeza que é dentes quando acorda aos berros). Achas desaconselhavel que o faça? (para além que tenho medo, muito medo, de subidas de febre!)E resulta que é uma maravilha, acorda mesmo uma outra Maria.

Costinhas disse...

Marta, em princípio não há problema nenhum em se dar de vez em quando um ben-u-ron, desde que isso não seja instituído como rotina.

Depois também há a questão do corpo habituar-se ao medicamente e quando for realmente necessário tomá-lo, este já não fazer efeito tão rapidamente como desejado.

O melhor é falares com o teu pediatra e pedir-lhe a opinião sobre isso.

Beijos (a todas)

carla disse...

As noites....a Inês é a mesmo coisa adormece facilmente, mas acorda ainda mais facilmente...

Beijo

Anónimo disse...

Ainda bem que esperei para engravidar assim já tenho quem me ajude a ultrapassar pelas coisas com a experiencia que já adquiriu! lol
Beijos e boa sorte!

Mãe Frenética disse...

Com jeito e com engenho tudo se consegue!

rosinha_dos_limoes disse...

As minhas nunca acordaram uma com a outra ... valha-me isso!

Anónimo disse...

Obrigada. Não estou a fazer rotina tanta q esta noite já correu melhor. Ainda assim dou-lhe-o por causa do medo assolapado das subidas de febre..., quando vejo q n está bem.

E sim, sei do medo da habituação aos medicamentos. Acredito que assim q os caninos saiam q passe tudo isto! "Merci"