domingo, outubro 28, 2012

Aos nove anos...

cookipink e cookiapertinho em ação no club penguin

receber amigas para passar a tarde e brincar começa a ganhar um novo significado.

[e é engraçado, ou melhor um privilégio, ver estas amizades - que para eles são "desde sempre" - tomar forma e ganharem significados diferentes com cada um deles]

quinta-feira, outubro 25, 2012

Quando...

deixamos de registar no blog os dentes caídos, quando já não sabemos a contagem de quantos foram e quando a fada dos dentes se começa a atrasar na sua passagem pela almofada, é sinal de que ou o hábito está instalado ou que não temos tempo nem para nos coçarmos.


[eu como tenho informações privilegiadas aposto mais na segunda, mas a primeira não é de todo descabida. não é não...]

terça-feira, outubro 23, 2012

segunda-feira, outubro 22, 2012

Por esta hora...

tenho os dois a fazer um teste de língua portuguesa (cada um o seu obviamente). É a estreia dele nestas andanças e já deu para ver que leva isto tudo muito mais "a sério" que a irmã.


Eu tenho uma opinião muito forte sobre a atual forma de ensino e avaliação deste país mas é daquelas coisas que guardo para mim (e quanto muito para as professoras dos meus filhos) mas vou fazendo o meu papel e apoiando-os da forma que acho melhor para atingirem as três coisas que mais acho importantes nesta caminhada:  gostar de aprender, não perder a curiosidade e serem responsáveis pelo seu trabalho.


As notas dos testes, os quadros de honra e as excelências que me perdoem, mas um bom aluno para mim (e posso ser a única a pensar assim que não é isso que me demove) é aquele que não desiste face a uma dificuldade, trabalha, sabe pensar e tem curiosidade por saber mais do que lhe é apresentado, o que é muito diferente de ter notas fabulosas nos testes (e digo isto mesmo tendo tido sempre notas muito altas e ela já tendo pertencido ao quadro de honra e também ter tido sempre notas muito boas mesmo).

No dia em que eles tiverem de abdicar de ser crianças e de experimentar coisas novas, passear, brincar ou simplesmente não fazer nada apenas porque têm uma nota a atingir e sentirem-se mal por isso (não confundir com o não quererem fazer os deveres ou de estudar para o teste só porque querem brincar), será sinal que chumbei no desafio que me lancei.


Esta caminhada é deles, mas nós vamos ali, pertinho, quase ao lado, a tentar manter-lhes o equilíbrio entre a brincadeira e a obrigação. Porque a nossa vida vai ser sempre assim, cheia de obrigações e com muita vontade de brincadeira, e, a frustração instala-se quando da obrigação não conseguimos retirar nenhum prazer. E esta é uma caminhada que nem sempre se alinha com o ensino padronizado...

sexta-feira, outubro 19, 2012

quinta-feira, outubro 18, 2012

Ler com atenção...

Nós, os crescidos, temos a mania de mandar bitaites sobre como eles hão-de proceder nas suas provas de avaliação. Tu toma atenção! Lê bem o que está escrito! Tu revê o que escreves! Verifica bem se não falta nada! E tudo dito assim naquele tom condescendente de quem leva anos e anos de prática e já se escaldou de tantas maneiras diferentes.

E depois, depois chega um dia que temos um filho (ou dois) e eles gozam connosco com uma mestria daquelas.

Ontem, ela fecha-se no seu quarto de estudo e passado um bocado chega com duas folhas de teste, uma para mim e a outra para o pai. E diz-nos:

- Têm de começar a fazer o teste assim que eu o der! Leiam bem e com atenção!

Nas costas ainda nos presenteava com um:


E no início do teste dizia tudo com muita atenção e resolve a seguir!

E nós claro, toca de resolver até que...


A sério, nós não estamos apenas tramados, na verdade apenas existimos para eles se divertirem às nossas custas!

[o que eu me ri, senhores... o que eu me ri...]

quarta-feira, outubro 17, 2012

Acho que nunca falei de Natal tão cedo...

Mas o assunto assim o merece.

Nos dias que vivemos ainda faz mais sentido dedicarmos um pouco do nosso tempo a quem tem tempo e dificuldades de sobra.

Por isso aqui fica o convite/desafio: Quem alinha comigo em mais uma Festa de Natal com as Pessoas Sem-Abrigo?


Deixo-vos aqui mais informação e a forma como se podem inscrever.

Cara(o) Voluntária(o),

Está aí a Festa de Natal com as Pessoas Sem-Abrigo 2012, que decorrerá nos dias 14, 15 e 16 de Dezembro, na Cantina 1 da Universidade de Lisboa!

Como sabe, é o grande evento da Comunidade Vida e Paz, porque representa uma oportunidade privilegiada de partilhar algum conforto com os nossos convidados sem-abrigo e mostrar que renascer para uma nova vida pode estar à distância duma decisão!

Entre as refeições caseiras, banhos quentes, roupa limpa e outras pequenas lembranças do que é uma vida normal, queremos dar os nossos sorrisos e atenção. Ora, como estas são as pessoas que conhecemos da rua e procuramos motivar para a mudança, precisamos muito dos nossos voluntários regulares para cumprir os objectivos de humanização da festa – e queremos contar consigo, porque não há ninguém melhor que nós, que os conhecemos e ajudamos, para os fazer decidir: “a minha vida vai mudar!”

A Festa de Natal é um esforço logístico massivo e toda a ajuda é bem-vinda – traga a sua experiência e boa-vontade para a Cantina 1!

É só seguir os passos:

· Passo 1: aceda ao formulário de pré-inscrição em http://voluntario.cvidaepaz.pt

· Passo 2: insira os seus dados e escolha o seu dia preferido para a sessão de esclarecimento (Não se esqueça que esta sessão de Esclarecimento é obrigatória e caso não compareça na mesma, a sua pré-inscrição será anulada)

· Passo 3: leia a descrição de cada área e escolha aquelas em que gostaria de dar a sua contribuição

(Nem todas as áreas necessitam de voluntários.)

Passo 4: Escolha o/os turnos em que pretende dar o seu contributo e clique em cima até mudar de cor. Clique em "seguinte" caso queira finalizar, ou "escolher outra área", se se quiser inscrever noutra área.

· Passo 4: após ter escolhido tudo e clicar em "seguinte" irá aparecer uma nova página onde estarão todas as suas escolhas. Confirme a sua pré-inscrição, que apenas ficará efectiva com a sua presença na sessão de esclarecimento (este ano a sessão de esclarecimentos funcionará de acordo com novos moldes). Mais uma vez relembramos que a não comparência na Sessão de Esclarecimentos invalida a pré-inscrição realizada através da plataforma on-line.

O prazo limite para as inscrições será dia 25 de Outubro, contudo alertamos que caso as vagas sejam preenchidas antes a plataforma on-line poderá encerrar mais cedo.

Aguardamos a sua inscrição!

terça-feira, outubro 16, 2012

É para isto que estamos guardados...


Ele num ataque de mau feitio:

- e vocês são uns burros pais!
- oh Miguel não é assim! - contrapõe ela - é ao contrário! se fosse "burros pais", também eras um burro!


obrigada pela correção, filha. obrigada.

Conversas com ela (às prestações)...

durante a semana passada:

- então que bolo é que queres para os teus anos? posso fazer-te o meu bolo de aniversário de sempre?
- como é que é?
- pão-de-ló...
- iiiihhhh pão-de-ló!? não gosto nada! não, eu para a minha festa vou pedir à Guida para fazer o bolo de bolacha dela! nham nham!
- e para levares na segunda para a escola?
- não te preocupes que eu já pedi à avó para ela fazer o bolo dela.
- ok...

segunda de manhã:

- qual é o bolo que estás a fazer?
- pão-de-ló.
- pão-de-ló?!?! mas eu não gosto nada de pão-de-ló! porque é que tiveste de fazer pão-de-ló?!
- olha, porque não tinha chocolate em casa para fazer bolo de chocolate e a esta hora não podia ir comprar.
- mas estás a por farinha em cima do bolo porquê?
- não é farinha, é açúcar em pó e é só para decorar um bocadinho.
(resmungos e resmungos à conta do pão-de-ló e do açúcar em pó)

segunda ao final do dia:

- olha o teu bolo afinal é bom.
- ai é, gostaste?
- sim, mas o açúcar em cima não fica lá muito bem.
- pronto, costuma ser chantilly mas não tinha como bater as natas.
- ai é? chantilly? adoro chantilly!
- sim. chantilly, morangos e ananás. este é o bolo de aniversário que eu te perguntei se te podia fazer!
- ai era?! então olha, podes fazer para o ano! mas sem ananás...
- ai posso, é?
- sim, a Mariana até disse "não sei quem é que fez este bolo mas é delicioso!"
- fixe...


mãe sofre.

Querido diário...

Ontem pelas sete da manhã estava a fazer um pão-de-ló para a mais velha levar quentinho para a escola e cantar os parabéns ao lanche, hoje pela mesma hora estava a coser bainhas invisíveis nas calças do fato que queria usar.

Isto significa que estou a ficar crescida?

segunda-feira, outubro 15, 2012

E já passou...


Teve um dia em cheio e, tirando o acidente que aconteceu ao bolo (escolhido por ela, feito pela madrinha do filho - que é quem simplesmente faz o melhor bolo de bolacha do mundo! - e decorado por mim) mesmo antes de o preparar para cantar os parabéns e outras coisinhas que passam ao lado dos artistas principais da festa, correu tudo lindamente e os miúdos mais uma vez deliraram e brincaram tanto que já estávamos cansados só de os ver.

Hoje foram para a escola mais mortos que vivos depois de um fim-de-semana cheio de compromissos sociais e obrigações escolares (estas poucas felizmente...). Eu não estou melhor que eles e nem tempo ainda arranjei para vir agradecer decentemente aqui (e ali e acolá) a todos os votos de felicidades sentidos que nos deixaram (tanto que este post começou a ser escrito ainda no sábado, foi aberto diversas vezes ontem e mesmo hoje já foi editado pelo menos três quatro vezes antes de ser publicado).

Obrigada a todos por continuarem a guardar-nos num cantinho do vosso coração. Obrigada à família e amigos que aderem às nossas loucuras, ajudam-nos na correria e perdoam-nos as faltas de tempo para cada um deles em separado (e nós temos tantas saudades de estar com todos sem pressas nem pressões). Sabe bem sentir que somos acarinhados e podem ter a certeza que o carinho é recíproco.

sexta-feira, outubro 12, 2012

Oito anos e 15 festas infantis depois...

ainda não compreendo a dificuldade em dizer sim ou não a uma simples pergunta impressa num convite.


[e pelo que percebo, é daquelas coisas que vai piorando com a idade... o que ainda me faz mais confusão]

Todos comigo!

A minha filha só tem oito anos!
A minha filha só tem oito anos!
A minha filha só tem oito anos!
A minha filha só tem oito anos!
A minha filha só tem oito anos!
A minha filha só tem oito anos!
A minha filha só tem oito anos!
A minha filha só tem oito anos!


[e há oito anos por volta desta hora já tinha feito uns quilómetros valentes a dar voltas pela casa a tentar amainar as contrações... e se sabia que a minha vida nunca mais iria ser a mesma, nunca conseguiria imaginar o quão mais bonita e mais medrosa se iria tornar...]

quarta-feira, outubro 10, 2012

A verdade é esta...

A miúda faz anos no sábado e eu não tenho tempo para preparar nada para a festa. N-a-d-a.

Ai.


[mas os convites desenhados e produzidos aqui pela própria não ficaram nada mal... ou pelo menos ela gostou. menos mal.]

quinta-feira, outubro 04, 2012

Hoje é dia do animal...





(fotos da manifestação de 29 de Setembro de 2012, fotos de António Ferreira - o pai cá de casa)

mesmo daqueles que não são nossos amigos (como uma certa variedade de coelhos de duas patas).

Melhor...

Sei que estou mesmo a melhorar quando começo a acordar naturalmente seis horas depois de me ter deitado.

Seis horas é o meu número dourado de horas de sono.

Estou quase fina.

3ª à noite...

Pai e filho a ver o Benfica-Barcelona no estádio (estreia do filho a ir a um estádio e logo para ver duas das suas equipas, sim, porque ele é do Barcelona, do Benfica e do Portugal) com direito a hamburguer de rolote e a ouvir muitos impropérios exclamados à sua volta.

Mãe e filha em noite de miúdas (estreia da filha nas avarias aos dias de semana) com direito a rodízio de pizza e a ouvir explicações sobre mercados financeiros, bolsa e câmbios de moeda, tudo por escolha dela.

Comentários deles sobre a noite:

- parece que estamos a ver numa televisão gigante, mãe! eu estava a torcer um bocadinho mais pelo Barcelona, porque eu sou um bocadinho mais do Barcelona que do Benfica!

- eu nunca vou investir o dinheiro que ganho em produtos de risco, mãe! Não quero ficar sem ele!



[e neste momento chego à conclusão que, presentemente, trabalhar em Portugal equivale a investir em produtos de risco mas sem hipótese de optar pelo não investimento (legal pelo menos)]

terça-feira, outubro 02, 2012

Sunday Home Cinema...


Ou como ter (muito) menos tempo de tv por semana, torna a experiência banal de ver um filme na tv em algo verdadeiramente especial.