sexta-feira, setembro 30, 2005

Porque...

a vida não é só feita de momentos felizes, há textos que devem ser lidos. (não aconselho a grávidas muito susceptíveis)

Palavras (só) dela...

Para não dizerem que este blog não vos ensina nada... aprendam lá uns quantos sinónimos_

– olha uma shuca!
– não é uma shuca é uma touca.
– nãaaaoooo! não é uma touca. é uma shuca!
– ....

– passa aí a garrafa da água para a mãe encher, sff.
– isto não é uma garrafa! é uma raçafa!  - dito com o olhar n.º31 (*)

* - olhar de quem diz: esta mulher passou-se?! Tá parva!!!

Nota: Ela pelos vistos sabe dizer as palavras… não gosta é muito do nome correcto... :)

quarta-feira, setembro 28, 2005

82cm

É a medida da minha cinturinha!!!

A arte de negociar...

Na arte da negociação, devo confessar que a minha filha tem muito mais capacidades do que eu...

Não sei se será por aqueles olhinhos sofridos que faz. Se pelo tá bem? dito com muito jeitinho. Se pelo só um cadinho, com o dedinho espetado em frente à boca.

Não sei qual a razão, mas o que é certo é que ela leva (quase) sempre a melhor.

Vou ter de aprender com ela

terça-feira, setembro 27, 2005

Boa educação...

Enquanto o pc vai tratanto uns textos sozinho (as vantagens de ser programadora...) vou matando as saudades da blogosfera e tentando por no ecrã alguns pensamentos soltos.

Em alguns cantinhos de amigas falou-se em boa educação. E este é um tema que a mim me diz muito.

Para mim, a boa educação ensina-se desde tenra idade. Ensina-se principalmente com exemplos. Se nós formos educados, e, se quando eles estão ao pé de nós evidenciarmos o obrigado, o de nada, o se faz favor, o desculpa, o com licença, o bom dia, o boa tarde ou o boa noite, estas pequenas acções vão ficando marcadas na sua maneira de agir. Sem grande esforço, vamos vendo o resultado e passamos a ouvir embevecidos o obiada, o de nada, o excupa, o bom dia, o com ixenxa e o faz favoi.

Mas o que dizer quando são os próprios adultos a não dar o exemplo?! Olho à volta e são mais os casos que não usam um simples obrigada, do que os que o fazem. E pedir desculpa?! Então esta ainda é mais rara de ouvir.

E isso incomoda-me. Incomoda-me passar por alguém, saudar e não ter uma resposta. Incomoda-me ainda mais, quando a pessoa finge que não vê. Incomoda-me o não respeito pelo espaço de cada um. A falta de educação incomoda-me e muito.

Depois ouço: "Ai que giro, ela diz se faz favor!", como se fosse algo de outro mundo! O que para mim é de outro mundo é insistir que as crianças aprendam as músicas A, B e C juntamente com as coreografias e não se ensine estas coisas tão simples que são as bases de um adulto bem formado.

Para mim, a boa educação é algo intrínseco à personalidade de cada um. Ou se tem, ou não se tem. E mais nada.

Respostas...

Entrámos na fase das respostas inesperadas. Agora, a menina tem resposta pronta para tudo (não sei a quem sairá). O resultado final é pai e mãe fugirem para não desatarem a rir à gargalhada quando a ocasião não o permite ou, pai e mãe desatarem a rir à gargalhada com a filha a olhar com ar meio divertido meio assustado com tal reacção! Então dá lá exemplos! - dizem vocês. Não dou - digo eu! Não dou simplesmente porque não me lembro!!! Acho que vou passar a usar a técnica dos papelitos amarelos... é que algumas são mesmo dignas de registo! Desde pequenina que digo a mesma coisa à Joana na hora de deitar (o mesmo que a minha mãe nos dizia a nós quando éramos pequenos). Quando a Joana começou a falar melhor passei a ter direito a respostas, que consistem basicamente na repetição do que lhe digo! No entanto, há já uns tempos ela mudou a sua resposta à minha frase final, e não sei porquê dá-me sempre vontade de rir. Reza assim: – Boa noite! – Boa noute! – Dorme bem! – Dome bem! - Sonhos cor-de-rosa! - onhos co-roja! – Não caias da cama e não partas o nariz! – Nãaaaaoooooooo!

segunda-feira, setembro 26, 2005

sábado, setembro 24, 2005

O meu gravidómetro...

Vi aqui e não resisti a experimentar! Então pela data calculada na primeira ecografia temos que: Hoje o Manchinha II tem 9 semana(s) e 6 dias ou 2 meses, 1 semana e 1 dia. Cada mês de gravidez é atingido em: 1 mês :16/08/2005 - 4 semanas e 2 dias. 2 meses :16/09/2005 - 8 semanas e 4 dias. 3 meses :16/10/2005 - 13 semanas 4 meses :16/11/2005 - 17 semanas e 2 dias. 5 meses :16/12/2005 - 21 semanas e 5 dias. 6 meses :15/01/2006 - 26 semanas 7 meses :15/02/2006 - 30 semanas e 2 dias. 8 meses :17/03/2006 - 34 semanas e 5 dias. 9 meses :17/04/2006 - 39 semanas Isto vai-me dar um jeitão para dizer ao pessoal mais antigo, de quantos meses estou... é que nunca sei! Podem fazer o download do programa aqui! Beijinhos Sandra PS: Estou a aproveitar a Joana e o pai estarem na natação para por a leitura em dia!!! Vou tentar passar por todo o lado!

sexta-feira, setembro 23, 2005

Eu adoraria...

ter um autocolante no carro a dizer "Família Numerosa"... mas acho que não vou ter... e ao mesmo tempo não sei se fique triste ou não... xiça para as hormonas que nos põe a pensar em cada coisa!

É oficial...

Já não consigo vos ler a todas... nem diariamente, nem dia-sim-dia-não, nem de três em três dias... desculpem-me as ausências, mas eu vou tentando espreitar as novidades! (Agora percebo porque mandam vir sempre que faço testamentos...) Beijinhos Sandra

A Joana diz...

A Joana tem maminhas... O papá tem mamocas pequeninas... A mamã tem mamocas gandis! Beijinhos Sandra

Hoje é dia não...

Não dormi bem... não consegui escolher a roupa para vestir... não gosto de me ver com o conjunto que vesti... não cheguei a horas... ainda não tomei o pequeno-almoço... não me apetece trabalhar... enfim... não devia ter saído da cama! Mas não julguem que não vou escrever! :)

A Joana pergunta...

Isso ainda cresce mais?!

quinta-feira, setembro 22, 2005

Acabei...

De chegar das compras (feitas em muito boa companhia) com direito a transportes e cafézinho gratuitos (descafeinado para mim) e o resultado foi: mamã: 1 par de calças de ganga; 1 camisola de meia-manga filhota: 2 gorros e 2 cachecóis a condizer (bem divertidos); 1 cinto; 6 ganchos; 1 camisola de malha (linda de morrer) papá: cafés Sem esquecer muito parlápiê do melhor!!!

Inverno...

Eu sei que ainda só hoje começa o Outono, mas gostava de fazer para a Joana uns cachecóis e gorros de malha, assim bem coloridos e a combinar... Mas já não me lembro como é que se fazem! A minha mestre nestas artes, á não o pode fazer, por isso venho ter com vocês! Quem me ensina a fazer?! Ou na falta de quem me ensine... quem me faz?! Para eu comprar claro está! É que tenho umas ideias tão giras... Beijinhos Sandra

Agora...

Sempre que vou buscar a Joana à ama é certo e sabido, que entro em casa pouso a mochila, troco de roupa e a seguir voltamos para a casa da ama... as duas! É que a miúda não quer deixar as brincadeiras com os amigos! Se continuar assim, daqui a nada é ela que faz as malas e muda-se de casa!!! Beijinhos Sandra

Quem me diz...

A cura para as insónias?! É que não ter tempo para dormir o que se quer já é mau... agora quando se pode dormir, não o fazer é que não! Então não é, que nestas últimas noites a partir das três da manhã não volto a dormir decentemente! Vejo as quatro, as cinco e a partir das 6 posso levantar-me que já não prego mesmo o olho... O resultado é um ar de zombie e um cansaço crescente (nem vou comentar o mau-feitio). Alguém conhece mezinhas caseiras (e seguras) para dar cabo delas?! (das insónias claro!) Beijinhos Sandra

Como...

É sabido que quem tem um babyblog (atenção, babyblog e não um blog) tem muito tempo desocupado e uma vida desinteressante, e, como eu cada vez mais me queixo de falta de tempo e de muitos fins-de-semana ocupados com visitas a/de amigos... acho que vou criar outro babyblog. Pode ser que assim ainda me sobre mais tempo e consiga finalmente ficar a vegetar no sofá a ler um livro, a ver televisão ou simplesmente dormitar! PS: Preparem-se que hoje é de rajada...

quarta-feira, setembro 21, 2005

E como quem me seguiu os passos...

encontrou outro digno de ser feito, aqui vai:
In a Past Life...
You Were: A Blind Dancer. Where You Lived: Scotland. How You Died: Buried alive.
Lembram-se do meu post inaugural do "A minha vida dava um blog"?! Afinal aquilo tudo foi uma visão sobre o fim da minha vida passada!!! lololololol Beijinhos Sandra

Como não consigo escrever...

Deixo-vos um teste que vi aqui e não resisti a fazer:
Your Birthdate: May 28
Your birth on the 28th day of the month (1 energy) adds a tone of independence and extra energy to your Life Path.
The number 1 energy suggest more executive ability and leadership qualities than you path may have indicated.
A birthday on the 28th of any month gives greater will power and self-confidence, and very often a rather original approach.

Unlike much of the other 1 energy, this birthday is one that endow with the ability to start a job and continue on until it is finished.
You may prefer to use the broad brush, but you can handle details as well.
You are sensitive, but your feeling stay somewhat repressed.
You have a compelling manner that can be dominating in many situations.
Podia ser pior! Beijinhos Sandra

Sono...

Hoje tenho em dose industrial... tenho tanta coisa para escrever aqui, mas não sei se hoje vou conseguir articular duas palavras. A ver vamos, entretanto tenham um bom dia! Beijinhos Sandra

terça-feira, setembro 20, 2005

Declaro...

Declaro o dia 20 de Setembro (*) como o Dia Mundial de Troca de Emails... bati o meu record pessoal... (já me doem os dedos!) Beijinhos Sandra (*) Eu não digo que as hormonas são a minha desgraça?!

Eu gostava...

De conduzir um camião TIR... será que algum dia o farei?! Beijinhos Sandra PS: Há desejos piores não?!

Horário de Inverno...

A Joana está definitivamente a entrar no horário de Inverno. Agora às 20h30 está completamente de rastos e adormece quase imediatamente! E se pensavam que por se deitar quase duas horas mais cedo iria acordar também mais cedo, desenganem-se! A menina continua a dormir até às 9h15 se a deixarem! Mais, quando a temos de levar para a ama por volta das 7h00, é só embrulhá-la na manta e levá-la ainda de pijama que ela continua a dormir até à mesma hora! Ohhhh que chatice!!! :)) Beijinhos Sandra

segunda-feira, setembro 19, 2005

Tenho...

Tenho mesmo de comprar uma agenda! Os meus fins-de-semana até 23 de Outubro estão praticamente todos preenchidos!

Gravidez I e II - As diferenças...

É impossível (pelo menos para mim) não comparar certas coisas. Não com o sentido de determinar qual ganha, mas para procurar nessas diferenças a indivdualidade de cada uma. Com esta gravidez, dou por mim a comparar com a da Joana. Até agora tudo se está a processar de uma forma idêntica. A saber: Semelhanças (até agora): - barriga proeminente desde os primeiros dias (nesta mais); cabelo mais oleoso; pelos com crescimento acelerado; unhas fortes; ausência de enjoos; quebras de tensão nos primeiros dias; felicidade extrema que me faz andar com um sorriso de orelha a orelha; reparo em todas as grávidas num raio de 500 metros; não consigo ver fotos de recém-nascidos sem me derreter; anseio pelas ecografias para poder ver mais um bocadinho do que se passa aqui dentro; massagens diárias à barriguinha; a mão que não sai da barriga; adormeço agarrada à barriga. Diferenças (até agora): - na primeira: apetite incontrolável e aumento de peso significativo de início; na segunda: apetite normal (ou até diminuido) o que me permite manter praticamente o mesmo peso (a maioria das pessoas pergunta-me se estou mais magra). Está tudo a fugir para a barriga! - na primeira: um sono incontrolável que me obrigava a fazer sestas depois do trabalho e a dormir 10h por dia; na segunda: sono controlado, consigo-me por a pé à hora habitual sem complicações. Tenho apenas de dormir mais um pouco diariamente e aproveito ao sábado para dormir mais uma horita, mas nada mais (acho que o sono percebeu que desta vez não tinha hipótese) - na primeira: bom humor quase permanente; na segunda: um mau-humor... ui ui! - na primeira: uma pele linda; na segunda: borbulhas! - na primeira: controle total da comida banindo definitivamente tudo aquilo que era potencialmente perigoso; na segunda: também, mas com muito menos rigidez. - na primeira: leitura exaustiva de todos os livros, sites e foruns relacionados com a maternidade, assinatura de revista de bebés e necessidade de entrar em todas as lojas da especialidade nem que fosse só para ver; na segunda: não leio livros, sigo apenas o calendário do clix (e não é diariamente), não compro revistas (a menos que a oferta compense e os temas também), ainda não comprei nada, não vi nada, nem tenho pressa. - na primeira: procissão pelas lojas de roupa de grávida a procurar cuecas, soutiens, calças etc etc; na segunda: abro a arca e tiro tudo o que comprei na primeira, lavo e adio a compra da roupa que me começa a fazer falta (só comprei cuecas). - na primeira: continuo a natação; na segunda: cancelo a inscrição no ginásio por falta de tempo; - na primeira: medo por não saber como as coisas vão correr; na segunda: também, mas quase nem me lembro disso! - na primeira: bordei imenso; na segunda: bordar, o que é isso? Acho que podia continuar por aqui fora, que não ia ter fim. Mas que estar grávida para mim é um estado de graça (e desgraça no caso do feitiozinho) ai isso é! Beijinhos Sandra Adenda: Depois de reler o post novamente, cheguei à conclusão que as duas gravidezes são realmente menos idênticas do que imaginava quando comecei a escrever o post!

Estava a esquecer-me...

Que a Joana já consegue pular! Dobra os joelhos e pula com força para afastar os dois pés 3 centímetros do chão, durante dois milésimos de segundo!!! Mas já consegue! :) Beijinhos Sandra

domingo, setembro 18, 2005

A primeira foto oficial!

Então apresento-vos oficialmente o meu Manchinha II Com quem acham parecido?! lolololol Beijinhos Sandra

Sobre as limpezas...

Enquanto a Joana se diverte a esvaziar as gavetas dos tupperwares venho aqui falar de limpezas! O quadro, limpei com uma sabonária de sabão azul e branco, e esfrequei delicadamente com uma esponja (daquelas que não riscam). Resultou, mas se esfregarmos muito o verde também desaparece!!! Quanto à pergunta que a Denise me fez, é fácil! Descobri a resposta há alguns meses atrás, com o lançamento desta borracha: Comprei no Continente (não sei se existe noutros). Esta borracha tira os riscos todos de quase todo o lado! No entanto lembrem-se que principalmente nas paredes pintadas com tinta de água é difícil não trazer um bocado da tinta atrás, por isso é preciso jeitinho nesses casos! De resto até aqueles riscos pretos no chão (das solas dos sapatos) desaparecem como por magia! Beijinhos Sandra

sexta-feira, setembro 16, 2005

Quem é que sabe...

Limpar riscos de lápis de cera nos quadros verdes onde é suposto escrever com giz?! Alguém tem a fórmula mágica?! Beijinhos Sandra

Pós-consulta...

Uma típica consulta-não: - Não vou ter de fazer análises: yeaaaahhh - Não há nada a dizer, porque está tudo normal (peso, tensão, eco): yeaaaahhh E ficamos assim! Nova eco dia 12, próxima consulta dia 28... de Outubro claro! Agora vou juntar os papelitos e vou para casa! Dormir! Beijinhos Sandra PS: Quem é que achava que quando chegasse a casa ia dormir?! Quem?! Sou mesmo tótó!!!

Nos próximos tempos...

Sempre que um amigo vai lá casa, é certo e sabido que temos filme pedido! Só ontem passou 6 vezes... :)

Aviso à navegação II...

Eu estou calma!!! Bem tranquila!!! E bem consciente do que escrevo ou deixo de escrever! Como eu costumo dizer: eu estou grávida, não me posso enervar! Quem acha que eu estou a stressar, não me conhece bem! Este mundo é para rir, não para chorar! E era bom que a blogosfera fosse a única fonte de chatices na vida! Eu tenho uma vida! E bem real! Beijinhos Sandra

Há pessoas que têm duas peles...

Hoje não podia estar mais de acordo. Beijinhos Sandra

Sobre o Ben-U-Ron...

Eu queixei-me num post abaixo que me custava a meio da noite fazer as tais técnicas de arrefecimento para atrasar a administração do Ben-u-ron. Na verdade este meu lamento é só de agora que tenho mais sono devido à gravidez e estou mais irritável, porque até agora isso nunca me custou realmente. A verdade é que o pediatra aconselhou-me duas coisas logo na primeira consulta: dar sempre um ben-u-ron antes das vacinas e, nos restantes casos, travar a subida da febre com as várias técnicas de arrefecimento e só quando a febre realmente surgir, recorrer ao dito. Sempre fiz isto. De todas as vezes que a Joana foi vacinada, só nas primeiras é que fez uma ligeira reacção. De todas as vezes que a Joana teve subidas de temperatura, muito poucas originaram febre (mas quando aparecia mãezinha!). Por isso, estes protestos são unica e exclusivamente culpa... das hormonas!!! E entretanto, foi a mamã que já tomou um ben-u-ron porque a falta de dormir (e não de sono como escrevi antes - obrigada mamy!!!) já a brindou com uma bela dor de cabeça. Beijinhos Sandra

Informação à navegação...

A barrinha e restantes informações sobre o nosso Manchinha II só serão alteradas após a consulta com o obstetra logo à tarde. Prevê-se a publicação do primeiro retrato oficial nos próximos dias. :) Beijinhos Sandra

Afinal...

A minha menina ainda não está totalmente recuperada. Ontem teve febre durante o dia, e durante a noite manteve-se quente. Acordava a toda a hora, fez xixi na cama (sempre que tem febre ela descuida-se), demorou eternidades a adormecer (e a mãe adormeceu primeiro que ela de certeza). Quando sai de casa, dormia finalmente um sono tranquilo. Eu estou a precisar de quatro palitos para segurar os olhos (dois não são suficientes) mas o que vale é que é sexta-feira. A destacar do dia de ontem, foi a Joana ter visto o bebé que está na barriga da mãe na televisão. Eu pensava que lhe ia fazer muita confusão e que possivelmente não valeria a pena mostrar-lhe aquela manchinha branca. Mas a verdade é que ela parece que até percebeu qualquer coisa. Depois fartou-se de fazer cócegas ao bebé (punha a boca aberta na minha barriga e assoprava). Acho que tivemos razão em optar por esperar até a Joana ter capacidades de assimilar a gravidez e o nascimento do(a) mano(a). Desta forma, julgo que não vamos ter grandes problemas com a chegada deste Manchinha II. Resta esperar para ver, mas não estou minimamente preocupada com isso e isso agrada-me! Beijinhos Sandra

quinta-feira, setembro 15, 2005

Ora então é assim!

Quem apostou em gémeos enganou-se! É apenas um e está de boa saúde! Com uns maravilhosos 18mm e um coração que bate forte muito bem alojadinho!!! Para quem acha que a minha barriga está grande para o tempo que tem, ora pasmem-se pois ainda não cheguei às 9 semanas! A ecografia aponta para as oito semanas e quatro dias! Os papás estão mais descansados e agora é hora de dar as boas novas a todos! Estou feliz!!! Beijinhos Sandra

Novidades! Novidades!

Quem é que apostou em gémeos?! Beijinhos Sandra

Falando de coisas realmente importantes...

A seguir ao almoço vou ver e ouvir o meu pimpolho!!! Está quase! Está quase! :))) Beijinhos Sandra

Erros Ortográficos

Pelos vistos tenho aqui um(a) leitor(a) anónimo(a) que ficou bastante irritado(a) pelo simples facto de ter dado um erro ortográfico no post abaixo. Obrigada por me alertar, mas... temos pena. Sinceramente temos. Mas o que hei-de dizer sobre a vergonha de ter dado um erro ortográfico? A emoção de ver a minha filha melhor e de a ter ouvido mais uma vez fresca que nem uma alface deixaram-me assim, feliz e ansiosa por aqui escrever estas linhas. Caro senhor anónimo (ou senhora, ou assim-assim) peço-lhe imensa desculpa por o ter irritado logo pela manhã. O melhor que tem a fazer é apagar do seu histórico (ou quem sabe, dos favoritos) o link para este blog (e não blogue porque a palavra é inglesa, e nem sei se existe blogue na nossa gramática). É mesmo o melhor, porque este erro de certeza que não é o único, e não quero que se enerve. Sabe que o stress faz muito mal à saúde, não sabe?! Assim sendo, temos pena... muita pena mesmo! Mas mais pena tenho de si por nem sequer ser capaz de assinar os seus reparos... a cobardia é feia... muito feia. Ahhh... e só mais uma coisinha: ninguém é perfeito ok?! E prefiro dar ocasionalmente erros a ser arrogante e com a mania das grandezas. Dito isto... temos pena! Muita mesmo.

Agorinha mesmo...

Tocou o telemóvel, do outro lado: Olá mamã! A Joana vai pá escola com o gonxalo e a magaida e o jaiminho! Que bom, acordou bem disposta! Falo com o pai, está sem febre e muito alegre. Sinal que ou já passou ou vai passar! Óptimo! Ao fundo ouço: á-á-á! é-é-é! i-i-i! ó-ó-ó! u-u-u-u! vai levar pontapé no cu! Está curada, definitivamente!!! E eu estou muito mais leve! Beijinhos Sandra PS: Já tentei que ela mudasse a última frase da lenga-lenga, mas ela continua a preferir a versão da ama... aiiii! :)

Instinto de mãe...

Eu cada vez confio mais no meu instinto. Na segunda-feira, senti que a Joana não estava tão eléctrica como habitualmente e vi-lhe um pingo no nariz. Pensei, ou muito me engano ou vai ficar com febre. De segunda para terça teve uma noite agitada e sentia-a quente. Durante a terça-feira andou meia murcha e recusou o jantar, só queria dormir. Ontem andou quente o dia todo, muito mole e só comeu iogurtes. Esta noite foi para esquecer, ficou com febre, não conseguia adormecer, teve um sono agitadíssimo. A chatice é que a Joana basta subir meio grau à sua temperatura normal, para ficar imediatamente mole, sem apetite e muito quente. Custa-me ter de esperar para poder dar-lhe o ben-u-ron e vê-la melhorar quase instantaneamente. Não sendo conviniente fazê-lo resta-me fazer todas aqueles truques para se baixar a febre, e embora resultem, a meio da noite e com uma pedrada de sono daquelas, confesso que me custa um bocadinho. Cada vez confio mais no meu instinto, mas desta vez preferia que não estar certa. Beijinhos Sandra

quarta-feira, setembro 14, 2005

A gravidez...

Tem coisas boas, como o simples facto de ter umas unhas longas e que não se partem. Mas também tem coisas más, como o pequeno promenor de os pêlos ficarem incontroláveis e nascerem a uma velocidade alucinante, fazendo-me ostentar um lindo e farfalhudo buço! Mas gosto tanto destas minhas unhas... Beijinhos Sandra

Canal Odisseia

Ontem à tarde, depois de ter brincado com puzzles, lápis de cor, lápis de cera, dar de comer aos nenucos, aos cavalos e às ovelhas. Depois de ter feito cócegas, ter dado cambalhotas e brincado às escondidas. Depois de a ter deixado brincar com a água no bidé, depois de a ter mudado toda. Depois de ter mostrado o Noddy na internet, tê-la posto à janela a ver os carros que não passam e telefonar para o pai, só para ela dizer-lhe olá (e eu implorar-lhe para mandar os clientes dar uma volta e vir para casa mais cedo)... achei que estava na hora de fazê-la parar por uns momentos. Assim, recorri ao salvador das causas perdidas: a televisão! Como deixámos o dvd no norte e para o vídeo só tenho o Nemo, comecei a fazer zapping pelos canais, a tentar encontrar qualquer coisa, lúdica, educativa e que me proporcionasse a mim e a ela uns minutos de sossego. Parei no Odisseia, estavam a falar sobre leões marinhos (focas para a Joana). Ela reconheceu-os logo da vez que fomos ao ZOO e ao ver os leões marinhos à luta pelo direito de acasalar dizia, completamente vidrada na acção: estão a bincai! Depois chegou a altura de uma fêmea dar à luz, e eu aproveitei para fazer a comparação e explicar que o bebé que está na minha barriga, também vai nascer um dia, etc etc. Depois o bebé foca (leão marinho) foi à procura da mama da mamã, e eu expliquei-lhe que também eles mamavam, que o bebé que está na minha barriga quando nascer também vai mamar, etc etc. Ela estava deliciada a ver aquilo tudo, e de repente diz: a foca tá tiste! E é mesmo verdade, estes bichos têm uma expressão triste! No que eles reparam. Lá lhe expliquei, que ele tinha saudades da mamã, mas que ela estava a ganhar tostão e que já voltava para ao pé dele, etc etc. O engraçado foi, que durante este documentário, a relação da minha filha com a minha barriga modificou-se. Posso estar enganada, mas acho que ela tomou consciência que este bebé que está na minha barriga vai um dia nascer. Espero é que ela não pense que vai sair uma foca... ou vai ter uma decepção ;)

terça-feira, setembro 13, 2005

A primeira...

A primeira coisa que faço quando me levanto da secretária é... fechar a braguilha (detesto esta palavra!) (As calças da gravidez da Joana estão prontas a usar, lavadas e passadas, só estão à espera de quinta-feira) Beijinhos Sandra

Um mês depois...

de ter descoberto esta segunda gravidez, já não consigo ocultar esta barriga. De manhã, costuma estar mais discreta, mas hoje reparei na imensa bola que me acompanhou desde as 8 da matina! Só queria dizer ao meu chefe depois da ecografia na quinta-feira... mas os olhares que ele já fez em direcção aqui à bola de futebol... não sei não! :s Beijinhos Sandra

23 meses de ti...

A contagem mensal está a chegar ao fim. Esta é a penúltima vez que o vou fazer. Não sei porquê mas esta forma de falar de ti, e do que tu evoluiste sabe-me bem. A minha memória já não é grande coisa por isso, assim sei que não me vou esquecer de tudo. Que quando tu tiveres os teus filhos (sim porque eu quero netos!) vais gostar de ver como tu foste! Faz hoje um mês que descobri que ias ter um mano ou uma mana. Tu reagiste lindamente à notícia, dás beijinhos na barriga e umas festinhas que alternam entre a ternura e as verdadeiras chapadas! Dizes que o bebé pode mamar das maminhas da mãe e brincar com os teus brinquedos. Aceitaste até agora a sua presença. É claro que ele ainda não está cá fora e por enquanto não te rouba espaço, mas os papás estão a tentar mostrar-te que embora vão existir mudanças não vamos deixar de gostar de ti, antes pelo contrário, todos os dias amamos-te um bocadinho mais! Neste mês, voltaste a surpreender. Começaste a cantar músicas do início ao fim (algumas muuuuito à tua maneira), começaste a reconhecer algumas cores sem te enganares e já reconheces a letra i em todo o lado! Queres contar pelos dedos (é de morrer a rir) e acho que começas a ter mais noção da quantidade. Já não é a primeira vez que me trazes dois brinquedos e dizes que são doizzz. De resto, na fala já não tenho palavras. Tu falas e conversas cada dia melhor. Tens uma lógica que por vezes deixa pai e mãe de boca aberta! Enfim, contigo estamos a descobrir tudo de novo. A ver o mundo pelos teus olhos. E digo-te que ele é muito mais bonito visto assim! Agora alternas o mamã, com o mãe e o mãezinha. Somos o papá Antónhio (ou papá Tó) e a mamã Xanda. Ainda vens pedir um cadinho de maminha, tá bem?, e deliciaste com esse miminho. Tornou-se rotina, falares com a mãe no telémobel antes de ires para a ama. Tens comido melhor, mas de vez em quando, acordas a meio da noite e exiges a presença da mamã até voltares a adormecer. E pronto, tanto havia para contar, tantos momentos, tanta ternura, tanta alegria, algumas lágrimas, mas isso é o nosso dia-a-dia. Não se consegue reproduzir em meia-dúzia de palavras. Resta-me guardar algumas dessas lembranças no coração. Resta-me pedir ao tempo que corra devagar. Que estes próximos 30 dias, não andem assim tão depressa. Estás quase a fazer dois anos. E para os papás, estes foram dos melhores anos da nossa vida! Beijinhos Mamã Xanda

segunda-feira, setembro 12, 2005

A quem se interrogou...

Sim... aqueles ali ao lado, são os meus cãezinhos... pequeninos! O da esquerda é o Rufus e o da direita o Lucky. Têm tanto cuidado com a Joana que nem sequer se aproximam dela. Agora já lhe vão dando umas lambidelas, mas ela protesta e ordena-lhes "Pá tázzz!". Ela adora-os, mas não gosta deles em cima dela... porque será?! :)

Ontem - Final de tarde...

Beijinhos Sandra

O acidente...

O título é mesmo assim. Foi o meu primeiro acidente (da minha responsabilidade e com danos, entenda-se) desde há onze anos bem contados. O que se passou foi que estava eu muito descansada no pára-arranca habitual, numa manhã de segunda-feira de regresso de férias e início das aulas, quando o da frente parou... e eu não! Assim, tão simples quanto isto, a uma velocidade máxima de 20km/h! Ora eu ainda tive tempo de pensar em travar, o travão é que não teve tempo de actuar! Dentro do habitáculo a única coisa que senti foi mesmo a tentativa frustrada de uma boa travagem. Enquanto batia e não batia (naquela fracção de segundos) pensava: Boa! Vou bater! Ainda bem que é uma Opel Combo! Ainda bem que o pára-choques da carrinha tem uma bela barra de ferro a fortalecer a traseira! Aiiii lá se vai a bonificação do seguro! Não me assustei nem fiquei preocupada comigo ou com o meu pimpolho embutido (sabia que não ia evitar o choque mas que ia ser daquelas batidas de caca), só fiquei mesmo preocupada com o carro porque a minha frente descida ia derreter-se naquela linda barra de ferro, que tanto jeito dá na nossa traseira (do carro hã! nada de confusões!) mas que é muito desagradável na traseira dos outros! Bom, assim foi, bati! E como aquele foi o terceiro acidente naquela rua, àquela hora (os outros tinham sido mais atrás), cada um numa faixa de rodagem diferente, disse ao senhor em que bati, para desviarmos os carros, que assumia a culpa, patati-patatá. ele não ficou muito convencido e queria esperar pela polícia, mas lá o descansei a dizer que "acha com o carro neste estado vou fugir para longe?". Assinada a declaração, ainda arrastei o carro até ao trabalho, donde o vi, mais tarde, ir embora às cavalitas de um reboque. Juro que nesse momento, quase que me deu vontade de chorar. O meu carrinho. E pronto, hoje tenho motorista para me levar a casa (bendita assistência em viagem), só não sei é como é que vou fazer o resto dos dias em que vou ficar sem o meu bólide (lá terá o maridito de fazer de chaffeur). Agora só me consigo lembrar de uma conversa que tive com o meu maridote, sobre estes acidentes a baixa velocidade. A nossa conclusão tinha sido: mais vale não travar! E porquê? Porque com a travagem brusca a frente do carro baixa ainda mais, e o que estragamos é mesmo o motor, se não travármos estragamos o pára-choques. Até pode ser, mas o instinto de sobrevivência manda travar, e foi isso que eu fiz. Podia era tê-lo feito um bocadinho mais cedo! Aaarrrggghhhh malditas hormonas! (sim é claro que a culpa é delas! Alguém duvida?!) Adenda: É claro que nestas alturas nunca temos o que é preciso! Tenho dois telemóveis... dois!... e não tinha nenhum comigo! Um ficou no trabalho sexta à tarde, o outro ficou em casa hoje de manhã! É sempre assim, não é?

Nada como (II)...

Começar uma semana com a frente do carro espatifada! PS: Eu estou bem... o carro é que não. Beijinhos Sandra

Nada como...

Acabar a semana e ver o nosso SPOOOOOORTIIIIIING, em grande... eu sei que o outro clube não era nada de especial, maaaaas... sabe sempre bem ver o nosso a ganhar! SPOOOOOORTIIIIIING hihihihihihihihi Beijinhos Sandra

sábado, setembro 10, 2005

Mãe e filha...

Sempre gostei dos tempos que tinha de exclusividade com a minha menina. Ou melhor, quase sempre, porque de vez em quando ficava quase pelos cabelos com o estar constantemente a ver dela ou a ter agarrada às minhas pernas, mãos, mamas e cabelos o tempo inteiro! Hoje o pai tinha jogo da bola à tarde e um jantar com amigos que só acabará às tantas. Isso significa que ficámos as duas sozinhas desde as 15h30. No entanto, não me estava a apetecer nada ficar em casa com ela este tempo todo. Nem me apetecia sair. Ainda com o pai em casa, pensava que não ia ter paciência para ela. Não conseguia imaginar jogos para fazermos. Não tinha ideias de como a fazer desprender-se de mim durante um bocado. E honestamente, só me apetecia ficar a vegetar no sofá. Senti-me a pior mãe do mundo durante uma fracção de segundos. Senti-me uma mãe sem paciência. Imaginei-me daqui a uns tempos com dois. Tive vergonha destes pensamentos que me invadiram o cérebro. Por isso, dei-me dois estalos psicológicos, ralhei comigo mesma e toca de pôr um sorriso na cara e inventar uma ocupação agradável para as duas, fora de casa mas perto. Como o leite dela tinha acabado pensei que podíamos ir comprar, ela adora andar nos carrinhos do hiper. Mas ao invés de ir de carro, porque não ir de comboio?! Assim, em pouco mais de duas horas, passeámos de comboio, comprámos o leite, um mega-gelado-gigante com chocolate, chantilly, morangos e sei lá mais o quê, e voltámos para casa felizes, cansadas, de barriga cheia (a mãe com gelado e a Joana com gelado, um pão-de-leite e um pacote de leite de 250ml) e sujas da cabeça aos pés! Quando chegámos a casa, viu a avó Tina (ama) e correu para ela a contar as novidades! Neste momento está com ela e eu tive direito a uns momentos de descanso. Estou cansada mas especialmente, estou feliz por ter conseguido proporcionar à minha filhota uma tarde que ela adorou! Agora, vou a correr buscá-la porque sinto-me restabelecida! Nada como a felicidade deles para nos dar energias! Posso não ser a melhor mãe do mundo, mas de certeza não sou a pior, e quero sempre mas sempre tentar dar o meu melhor. Beijinhos Sandra Adenda: Fui buscá-la mas voltei sem ela. Estava a jantar lindamente em casa da ama! Mas onde é que ela enfia tanta comida? E porque é que não é sempre assim a comer?! Volto lá mais daqui a bocado para não estragar o andamento com a minha presença. Isto quer dizer, que depois, ela vai aguentar-se pouco mais tempo acordada, e isso significa que eu também vou poder ir para a cama cedo! As boas acções são sempre recompensadas!

sexta-feira, setembro 09, 2005

Moda Outono/Inverno...

Andam aí as mães a planear idas às compras para voltar a encher os armários dos seus mais-que-tudo com nova roupa, visto a que usaram de verão não dá jeito de inverno e a do inverno anterior não serve, a verem o saldo das contas bancárias a sumir a olhos vistos, etc etc... e eu vou abrir a minha arca de cânfora (que me foi oferecida no dia em que nasci) e retirar a catrefada de roupa que comprei para este inverno... nos saldos do inverno passado! Temos desde calças de bombazine, a blusões, collants, saias, vestidos, camisas, sweats, fatos-de-treino, casacos etc etc... resta-me comprar uns gorros e uns cachecóis bem catitas... e acho que vou contratar os serviços de alguém da blogosfera para isso... Visto o meu gosto ser intemporal (sou fã do clássico!) e comprar sempre as peças em cores que as possa misturar todas umas com as outras... acho que vou ter um início de estação bem calminho... Vou percorrer as lojas sim... mas agora, especialmente para mim para o maridote e para o meu pimpolho embutido!!! É claro que estou a dizer isto agora... mas há certas coisas a que não vou resistir para ela!!! eu já me conheço... bem demais! (acho que neste post não disse mal de nada... pois não?!) Beijinhos Sandra

Eu já vos disse...

que não gosto do Outono?! (acho que consegui fazer a sequência de posts mais mal-humorados de sempre...) Beijinhos Sandra

Enfartada... Buéeeeeeeee!!!

A semana passada comecei a sentir-me enfartada! Parecia que a comida não descia da garganta. Achei aquilo estranho porque ia piorando de 2ª a 6ª e no fim-de-semana melhorava. Desconfiei que a razão de tal desconforto era o acumular do cansaço do trabalho, poucas horas de sono. Fiz o teste, passei a deitar-me mais cedo e funcionou... enfartamento?! O que é isso! Hoje tirei a prova dos nove (hihihi) em como o enfartamento é resultado de pouco descanço: Estou que nem posso! Aaaaiiiii (é melhor não fazer mais posts hoje - ou me queixo ou protesto com os outros - isto vai de mal a pior) Beijinhos Sandra

Como o meu humor não é dos melhores...

Vou permitir-me fazer este post: Estou farta daquelas janelinhas de publicidade que abrem ao mesmo tempo dos blogs! hummmpf... Agora que desabafei, vou respirar fundo e espreitar mais uns quantos... Beijinhos Sandra

Ontem...

O cheiro da sangria deve-me ter afectado... Tive a brilhante ideia de fazer jantar para 8. 2 crianças e 6 adultos. Cheguei a casa, fui às compras, entrei na cozinha e comecei a fazer uma panela de canja e um esparguete à bolonhesa. Como petisco ainda fiz umas tirinhas de picanha salteadas em azeite e alho... Andei de volta da comida, lavei louça, desfiz o frango, descasquei tomates e fiz puré, piquei cogumelos, alho e sei lá mais o quê... arrumei de um lado, desarrumei do outro. Pus a mesa, servi o jantar, levantei a mesa, lavei a louça toda e dei um jeito na cozinha. Deitei-me já passavam das 23h... hoje estou que nem posso... Mas que triste ideia a minha! O bem que me soube a companhia, não paga o mal que me sinto hoje de manhã... aaaaaaaiiiiiiii (e só bebo água...) Bom dia... na medida do possível! Beijinhos Sandra

quinta-feira, setembro 08, 2005

Depois...

De um fantástico almoço com duas meninas lindas (esta e esta) que por sua vez são mães de piolhos fantásticos... não há muito a acrescentar neste cantinho. Nos delas é que já não sei... aquele jarro de sangria desapareceu muuuuitoooo depressa!!! LOLOLOLOL Os almoços deviam ser todos assim! Beijinhos Sandra PS: Eu não toquei na sangria!

Nomes...

A eterna questão dos nomes. Um gosta disto outro daquilo... nem sempre se entendem. Eu e o meu pazinho não devemos ser definitivamente o padrão nestas lides. Da Joana, tínhamos apenas um único nome escolhido e foi tão difícil de escolher como: - Eu gosto muito de Joana e tu? - Eu também! - Então fica Joana! - Está bem! Para rapaz tínhamos um dilema. Não acertávamos nos nomes, e o que gostávamos de por não sabíamos como ia ser aceite (especialmente pelo meu pai). Queríamos Bruno, o nome do meu irmão. Veio uma menina e ainda bem! Desta vez: No dia em que descobrimos que estava grávida: Eu: Então queres pensar em nomes? Ele: Não ainda é cedo. Eu: Está bem. No dia seguinte a descobrirmos que estava grávida (numa viagem de carro), vira-se ele para mim: - Então já pensaste em nomes? - Hã?! - Vai dizendo alguns. - Está bem. Leonor? - adorava adorava adorava. - Nem penses. - Beatriz? - adorava adorava. - Estás doida? - Marta? - gosto. - Boa. Marta é giro! - Fica Marta. - E para rapaz? - Para não ser o Bruno que tal Miguel? - o meu irmão era Bruno Miguel e eu adoro. - Gosto! Miguel é giro. - Fica Miguel. E assim, em dois minutos temos os nomes do pimpolho embutido escolhido! Nota ao pimpolho: Marta ou Miguel, tens aqui dois papás e uma mana ansiosos por te conhecer. Vê lá se te concentras em crescer saudável e te mantens aí dentro o tempo necessário! Queremos muito que chegues mas na altura certa.

Menina ou menino...

Ai que bom... agora se viesse um menino é que era bom não era?! Não! Mentira! Não é bem assim! Mas se for menino ainda tentam o terceiro, não é? Não! Mentira! Não é bem assim! Pronto, este é o post que pode ser de qualquer mãe de segunda viagem que tenha uma menina, e com as devidas adaptações, que já tenha um menino. Para nós é indiferente o que venha aí a caminho. O que interessa é a saúde e que corra tudo bem do início ao fim. Ponto final, está tudo dito. No entanto, o pai até já disse que gostava que viesse aí outra menina. A mãe por sua vez continua sem preferência, mas... desde cedo tem a impressão que a vontade do pai não vai ser atendida. Da Joana não apostava em nada, não fazia a mínima ideia, desta vez estou curiosa para ver se acerto ou não... afinal tenho 50% de hipóteses de acertar! A ver vamos o que o meu maridinho arranjou desta vez... afinal, é ele o culpado do resultado final! Beijinhos Sandra

Dia de compras...

Ontem foi dia de compras e de cabeleireiro... mas para a minha pequerrucha! Voltamos ao Baetas mas desta vez não tivemos sorte com a cabeleireira. O cabelo da Joana não ficou como eu queria, e eu que tenho um feitio terrível, nestas situações não sou capaz de dizer nada. Limito-me a barafustar depois de sair e a não voltar ao local, ou neste caso, não voltar a cortar-lhe o cabelo com aquela senhora. Depois, compras para a casa seguida de uma tentativa frustrada de comprar umas calças para mim. A Benetton ainda não tem a nova colecção e não consigo gostar de 95% da roupa da PréNatal. Resta-me espreitar a Cenoura e outras lojas que embora tenham roupa da qual eu consigo gostar o preço é proibitivo... o que me vale é que desta vez tenho de comprar menos coisas por isso posso autorizar-me pequenos luxos. O pai ainda andou a namorar uns blusões mas ele é o eterno indeciso... vamos ver quanto tempo demora a comprar... como faz anos em Janeiro pode ser que seja essa a prenda dele! Quem saiu a lucrar foi a piolha com dois pares de sapatos deliciosos (nem comento o preço claro está...) tamanho 22. O tamanho é normal para a idade, mas a velocidade que o pezinho delicado cresceu nestas férias é que não é... três números em apenas cinco meses (em Abril ainda calçava o 19)?! Entretanto, renovei o stock de cuecas... minhas e da Joana. Já não me posso queixar ;)

Beijinhos Sandra

Não correu...

A mudança não foi pacífica por isso vou manter o Haloscan por mais uns tempos... podem retomar os comentários... agora vou às notícias propriamente ditas... Beijinhos Sandra

Posts de rajada...

Só para avisar que vou fazer posts de rajada!!! Além disso tenho um pedido a fazer: Vou mudar o sistema de comentários para o blogger, por isso não comentem no haloscan por enquanto... depois vou tentar passar os comentários que já fizeram do haloscan para o blogger... vamos a ver como corre. Beijinhos Sandra

quarta-feira, setembro 07, 2005

Acabei de descobrir...

Que perdi todos os vossos comentários feitos até Maio deste ano... não posso estar mais triste com esse facto! Tanto que vocês me deram por essa via. Tantas lembranças que queria guardar... ora toma lá para aprenderes a fazer o que andas a ensinar aos outros! Estou triste... muito mesmo. Acho que vou abandonar o Haloscan... Beijinhos Sandra

Outra evolução...

Enquanto a Joana aprende as cores, a cantar e a contar, o meu pimpolho embutido, completa hoje 8 semanas e dedica-se a conseguir dobrar os cotovelos e a desenvolver os primeiros dedinhos, as pálpebras, o nariz e a crescer. Deve medir entre 13 a 16 mm. A partir de hoje ganha o estatuto de feto! Está um grandote este meu filhote!!! E eu maravilho-me com mais este fenómeno da natureza. O de gerar vida dentro de nós! Beijinhos Sandra

Evolução...

A Joana já sabe identificar algumas cores. O amaiélo, o vede, o axul e o roja estão dominados, as outras depende da sua disposição na altura. Ontem aprendeu mais uma cor sem que ninguém lhe ensinasse. E que cor é essa? O chocolate! Pois bem, o castanho passou a chamar-se chocolate e a minha filhota não admite que tenha outro nome! Acho piada à forma que eles têm de aprender. São eles que escolhem o que querem aprender e quando é que se sentem preparados para isso. Por exemplo, a Joana sempre gostou de música, mesmo ainda dentro da minha barriga ela reagia a algumas músicas. No entanto, ela quase não sabia cantar nenhuma, embora fale muitíssimo bem e ouça algumas delas vezes sem conta. Nestas férias, sem mais nem menos e sem qualquer influência nossa, aprendeu a cantar do início ao fim uma série delas. É claro que não sabe as letras correctamente e em muitas delas diz apenas o ínicio e o final das frases, mas a velocidade com que ela as aprende deixa-me estupefacta. Ontem aprendeu a música "Doidas andam as galinhas", que todos os meninos gostam desde cedo. Ela nunca gostou desta música e nunca quis fazer a coreografia associada. Ontem gostou e à segunda vez que cantei ela acompanhou-me do início ao fim (sem coreografia que isso é que ela não acha piada). É claro que depois tive de cantar a música 30 vezes e já era eu que não podia com a música! Outro exemplo, é o facto de ela contar lindamente, agora até quinze (vamos acrescentando um número sempre que apanhamos umas escadas com mais degraus, ou ela fica curiosa em saber o que se segue), no entanto, embora ela aprenda os números que se acrescenta, continua sem dizer o um, e quando chega ao oito diz "o oito não, tá bem?". Nunca disse que tinha um ano, agora comecei a dizer que ela ia fazer dois e ela diz perfeitamente. Diz que a Joana tem doiz anhos, o pai tem vintoito anhos e a mãe tem tinta anhos! Mesmo quando se prepara para saltar diz "Doizzz Têzzz!". Porque é que será que ela não diz o um?! E porque é que ela não gosta do oito? Não posso de deixar de me maravilhar com a capacidade de aprender que os nossos filhotes têm! Não tem nada a ver com o facto de que em idade fazem isto ou aquilo, tem unicamente a ver com o facto das várias etapas que eles vão passando e que são verdadeiros feitos. Além disso, eles é que escolhem o que querem aprender e quando, e isso eu acho fenomenal! Ser mãe dá-nos essa possibilidade. A de aprendermos como é que aprendemos, a de nos maravilharmos com esta qualidade humana que é a inteligência. E se fizermos um esforço, de redescobrirmos a inocência e a pureza com que nascemos e que infelizmente perdemos a meio do caminho. Sinto-me preveligiada por poder ter estas lições de vida na primeira pessoa. Cada vez gosto mais de ser mãe (mesmo com noites mal dormidas e birras à mistura). Para quem não tem tido tempo para vir até aqui (muito menos para visitar casas alheias) até não me portei mal hoje... Beijinhos Sandra

terça-feira, setembro 06, 2005

segunda-feira, setembro 05, 2005

O que eu gosto mais (II)...

em ter este blog... é quando eu digo mato, as que ainda comentam estas coisas dizem esfola!!! O post abaixo devidamente corrigido: O que eu mais gosto em ser mulher é que a culpa é sempre das hormonas!!! Beijinhos Sandra

O que eu gosto mais...

na gravidez... é que posso por as culpas sempre em cima das hormonas! Mas é que a culpa é mesmo delas! Mesmo! :)) Beijinhos Sandra

Qual é coisa, qual é ela?!

P: Que é melhor do que passar a manhã de domingo na praia com a filhota?! R: É mandar pai e filha para a praia e ficar a dormir até às 11 horas!!! Ai que delícia!!! Beijinhos Sandra

sexta-feira, setembro 02, 2005

Por falar em escola...

Como uma amiguinha que a Joana adora vai para a escola e o assunto tem sido bastante falado, quer em casa quer na ama, a minha filha todos os dias e sem qualquer motivo, sai-se com um: A Joana vai pá escóia, tá bem?! De manhã, quer levar a mochila (nem que seja vazia) porque: A Joana vai pá escóia, tá bem?! E à noite, quando está na cama diz: Amanhã a Joana vai pá escóia! Mas o que será que ela acha que é a escóia?! Beijinhos Sandra

Quando...

já nem as cuecas nos servem... está na hora de ir às compras!!! :p Beijinhos Sandra

Dividida...

É como me tenho sentido em relação a uma decisão que tomei mesmo antes da Joana nascer. Depois de ler isto fiquei a matutar novamente no mesmo. Sempre achei que a altura ideal para uma criança entrar no infantário eram os três anos, altura em que tem mais maturidade e se torna mais sociável. Sempre achei que durante o primeiro ano deveriam ter atenção exclusiva e que, até à entrada do infantário, uma ama (desde que de confiança e com condições) era o ideal. A Joana ficou em casa até aos onze meses e depois foi para a ama onde continua. A ama não é daquelas que inventa brincadeiras que os estimulem (como eu acho que uma ama deveria fazer). Ela limita-se a dar-lhes muito amor. Um amor de avó. E tenho total confiança nela. Ela adoptou-me a mim e ao meu marido como filhos e para a minha filha, ela e o marido são o terceiro par de avôs. No início deste ano inscrevi a Joana no que, à partida, irá ser o infantário e possivelmente a primária, a partir do ano lectivo 2006/2007! Esta escola só aceita crianças com mais de três anos, por isso nem poderia por a hipótese de ela entrar antes. A escola também já tinha sido escolhida antes de ela nascer e nunca me preocupei muito em procurar outra. Aliás nunca o fiz. Como a Joana sempre foi uma miúda muito desenvolvida - gatinhou aos 6 meses, começou a andar e a falar aos nove meses, e desde aí tem sido exponencial - sempre achei que isso era inato dela, embora julgue também, que a atenção que lhe foi dada no primeiro ano, o amor-de-avó na ama e a estimulação em casa nas nossas brincadeiras diárias contribuiem para este desenvolvimento. Eu sei que estas coisas não são preto no branco, mas é isto que eu penso. No entanto, agora com o início de mais um ano lectivo, e a saída dos meninos mais velhos da ama, fico na dúvida. Será que seria melhor para ela entrar já este ano na escolinha? E porquê que penso nisto se estou certa que decidi o que acho mais acertado? Porque ela vai ficar apenas com um amiguinho durante o dia. Porque quando o mano/a nascer posso não ter a mesma disponibilidade para as brincadeiras com ela. Porque as hormonas estão a acabar com os poucos neurónios que me sobraram da gravidez da Joana. Por isso, acaba-se o post e a dúvida. Vai para o ano e pronto. Só já não estou tão certa da escola que escolhi. Mas isso dá outro post e outra reflexão. E eu a esta hora não consigo pensar muito mais... Beijinhos Sandra

quinta-feira, setembro 01, 2005

Desejos...

Não sei se existem ou não. Só sei que os tive... mas sempre sem saber que estava grávida! Quando engravidei da Joana, mas ainda sem saber que estava grávida, deu-me uma vontade inexplicável e repentina de beber Favaios. Bebi dois cálices de um trago! Nunca mais voltei a beber esta bebida. Nestas férias, já grávida e novamente sem saber, comi presunto até cair pró lado... com broa de milho, com melão, ou sem nada, era cortar e comer. O único pormenor é que eu nunca gostei de presunto. Nunca! Assim sendo e a continuar assim, o meu maridinho nunca irá ter de acordar a meio da noite para me ir buscar qualquer coisa... sorte a minha, porque ele não o ia fazer de certo! :)) Beijinhos Sandra

Parabéns Mafalda!!!

Se na segunda-feira eu era a madrinha mais feliz do mundo, hoje sou definitivamente a mais babada. A minha afilhada faz 3 anos! Foi um Agosto chuvoso que a recebeu, mas o calor humano que a esperava era sem dúvida muito maior. A minha caracolinhos está cada vez mais menina e o que eu gosto de ouvir do lado de lá de uma qualquer linha telefónica, um "madinhaaaaa!!!!" bem sonoro e feliz! A madrinha ama-te muito e espera que sejas sempre muito feliz! (e só por causa disso é que eu hoje vou entrar na secção da Barbie para te fazer a vontade... aarrrgghhh o que eu não gosto daquela boneca!)