segunda-feira, setembro 17, 2007

Sinto-me...

como que a aprender a ler, sempre que começo um novo livro. E como me sabe bem, essa redescoberta das palavras. Hoje comecei A casa Quieta de Rodrigo Guedes de Carvalho. Num dia que em tudo combina com o que nele se luta por perceber. Essa névoa que não nos deixa ver o que está para lá do que já se tem como certo.

7 comentários:

Mãe da Rita disse...

Aqui por este lado não há nevoeiro mas está escuro o suficiente para dar vontade de começar o ano lectivo! As melhoras dos garotos.

Comigo, aqui disse...

Tenho esse livro em stand-by, já há um bom tempo. lol

Henriques disse...

... vou começar a a ler a Fórmula de Deus do José Rodrigues dos Santos, já leste? Beijos

buggy disse...

já li esse e adorei.. é uma escrita que prende do princípio ao fim!

já tenho o último dele mas ainda não comecei a ler: Canário

Mu disse...

Foi um livro que não me prendeu. Lembra demasiado o Lobo Antunes... para pior. Gostei do primeiro dele, não me lembro do nome, mas era sobre a guerra de África.

andreia disse...

Eu tenho esse parado na minha mesinha de cabeceira, comecei a l~e-lo mas não me prendeu, é realmente muito ao género do lobo Antunes, depois diz-nos a evolução para ver se eu me arrisco de novo

Costinhas disse...

Ainda não li nada do Lobo Antunes... vou ver se leio alguma coisa de seguida para pereceber o que me dizem e depois logo teço o meu comentário.

(eu por enquanto - vou quase a meio - estou a gostar, mas a escrita, tem pequenas características que me "desagradam" um bocadinho)