domingo, outubro 28, 2007

Domingo,

23h30. Sento-me ao computador com uma caneca de leite morno e penso que podia aproveitar para dar uma volta por estas bandas. Os miúdos estão deitados, ele esticado no sofá. A casa está apresentável, a roupa por passar diminuiu de volume. Posso escrever qualquer coisa. Seguro a caneca nas mãos e aqueço por dentro. Abro o bloglines, espreito aqui e ali. A vontade falta-me. Para ler, para mostrar que li. Mas devia, já que durante a semana agora é quase impossível. E afinal, eu até gosto de ir lendo e de ir sabendo de quem quero bem. Mas a vontade... a vontade é uma coisa tramada. O fim-de-semana foi fantástico, tranquilo. Se não pensar nas limpezas e arrumações que não pude evitar de fazer ao fim-de-semana desta vez, nem que íamos faltando à segunda festa no espaço de uma semana por eles dormirem sestas de quatro horas, e que por isso tivemos menos tempo para relaxar com os amigos. Mas e este calor formidável que nos deixou brincar no jardim? Acordar e sair para a rua e sentir o sol no corpo. Perfeito. E escrever? O que é que eu vou escrever? Tanta coisa para registar, para guardar. Mas sinto-me incapaz, lá está, sem vontade. Podia dizer que o miúdo me está a deixar de rastos. Que só me quer a mim todo o tempo que estou por perto. Que até teve de dormir comigo as duas últimas noites só para eu conseguir descansar qualquer coisa. Que melhorou da febre e das pintas, mas que agora parece que está a chocar outra coisa qualquer. Que está um safado e não quer ser contrariado. Que só me quer a mim. Só a mim. Que não quer tomar banho e que é uma fita de primeira do princípio ao fim. Que está giro. Delicioso. Que não dorme mais que umas horas seguidas. E que quando acorda só me quer a mim... Podia dizer que a miúda está a começar a sair da casca na escola e que nem a parece a mesma miúda que fugia de tudo e todos e não fazia valer os seus direitos há um ano atrás. Que consegue tirar-me do sério com tanta pergunta e resposta, e confirmação da resposta, e confirmação da confirmação da resposta. Que está gira e meiga como sempre. Que me pede para verificar quase todos os dias se não tem nenhum dente a abanar. Que está a sair da casca em casa também. Podia dizer que no serviço começou uma roda-viva tal que me vai afastar de quaisquer distracções pelo menos até ao Natal. Que isso é bom. Muito bom. Que me faz sentir bem. Mas a vontade... a vontade é uma coisa tramada. Muito mais que a falta de tempo.

9 comentários:

Soph disse...

Estava aqui a ler-te e fizeste-me lembrar... quem tem tanto tempo... e parece que nunca tem! Ou parece que nunca quer... Ou nunca experimentou... ou, simplesmente, não está para o "ter"...

E quem tem pouco tempo... e nesse pouco há sempre mais um "bocadinho"... para tanto fazer!

Isto está confuso... parece que anda às voltas... mas fizeste-me pensar...

PS: Saídinha da casca... será suficiente??? Está é com a "loucura" desta idade!!! Mesmo, mesmo, mesmo como eu ADORO!!! Mil perguntas, mil actividades, mil agitações, tudo a mil à hora... tudo a "rebentar" por dentro!!! Uma Vida cheia de tudo... de tantas gargalhadas e de tantas aventuras!!!

É o poder dos 4... 5 anos!!!!

;)

Sandra e Amaro disse...

Há fases assim!!!
mas o que interessa é que lá no fundo vcs estejam bem e daqui a nada voltas cheia de vontade de escrever....
Jocas muito grandes para vcs e espero que o teu pequenote fique bem!!!
O meu tb anda numa fase de maezite aguda!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1

Tânia disse...

Quase na totalidade podia ser escrito por mim...

CLS disse...

Reconheço não sei de onde esa parte do "tanta pergunta e resposta, e confirmação da resposta, e confirmação da confirmação da resposta" :))!
Isso da vontade... acontece a toda a gente, nada a fazer, é esperar que volte, é que fazer as coisas por obrigação não tem graça nenhuma.
Beijinhos.

Mãe da Rita disse...

Falta-te a vontade de escrever porque tens vivido e gozado imenso a tua vidinha!! Deixa lá que há males q vêm por bem! Bjs

Margarida disse...

Dada a proximidade de idades dos nossos filhos, parece que estava a ler o que se passa lá em casa.
À excepção da mais pequena, que continua uma menina crescida para dormir, 11 horas seguidas sem abrir o olho!! E que bem me sabe ao fim de semana!
Continuação de bom trabalho!

Ana disse...

dias... uns melhores que outros... uns mais cheios que outros...

Sabes que mais: seize the day!

xxx

A

mamã Xana disse...

Como sabes, ando na mesma. :P
Em compensação acho que estamos a aproveitar bem os dias. :)
Beijos

Monica disse...

E se escreves assim sem vontade, imagino se a tivesses :)
A mim também me acontece o mesmo...
Beijocas