segunda-feira, dezembro 10, 2007

Eu (também) acredito no Natal...


O armazém da Comunidade Vida e Paz onde estavam armazenados os alimentos para a Festa de Natal com os Sem-Abrigo foi assaltado na noite do último sábado, quase anulando os esforços da organização para assegurar as 4500 refeições quentes e 5000 lanches e ceias!

Agora, a uma semana da Festa – que se realiza de 14 a 16 de Dezembro na Cantina 1 da Universidade de Lisboa – precisamos URGENTEMENTE da TUA ajuda!!!

Partilha o teu arroz, o feijão, a massa, as bolachas, ou qualquer outra coisa da lista de necessidades que encontras em www.cvidaepaz.org e entrega ou envia para:

Rua Domingos Bomtempo, 7
1700-142 Alvalade – Lisboa

Mapa: http://www.cvidaepaz.org/images/mapas/alvalade-mapa.bmp

Muito Obrigada! ... mesmo...



Adenda: Os alimentos que mais fazem falta neste momento são hortaliças: grelos, couve portuguesa, repolho, cenouras, coentros, salsa, ervilhas, concentrado de tomate, nabos. A Associação está a receber as ajudas até sexta-feira. Se alguém interessado em colaborar e não se puder deslocar à morada indicada, contacte-me através do email.

14 comentários:

_Bekas disse...

inacreditável!
há gente sem coração

MC disse...

uma vergonha o que se passou

Patrícia M disse...

:-(

Os donativos deviam ser entregues na sede até ao dia 10 de Dezembro, hoje, portanto...

Será que ainda aceitam, amanha ou depois?

Mãe Pipoca disse...

nem acreditava quando vi a not�cia... como � poss�vel?
N�o estou por perto para deixar uns alimentos, por isso contribu� para o NIB indicado...

HOPE disse...

Há gente para tudo...

Fiquei pasmada!

www.palavrademae.blogspot.com/ disse...

pois eu acredito no Natal, mas não acredito nestas campanhas (ou seja não acredito no povo Português)........quem me garante que ao entregar donativos estes não são "afiambrandos" pelos funcionários, leia-se voluntários, acredito mais que em vez de um assalto tenha sido uma divisão de donativos.

El Trinca disse...

Deus Nosso Senhor deu em dobro tudo o que foi roubado, e a CVP, fará a festa de Natal aos sem abrigo, com tudo de bom.

Palavra de Mãe, tenha mais fé na humanidade, e acredite que as pessoas que trabalham na CVP tal como a maioria dos voluntários deste país, não roubam para eles os bens doados.

Um abraço a todos os que ajudaram!

*abobora menina* disse...

Oh "palavra de mae", por amor de Deus.... o que vale é que ha quem acredite.... se um dia conseguir fazer um voluntariado dar-se-á conta do disparate que acabou de dizer! Tenha um feliz Natal e que so verdadeiro espirito Natalicio lhe traga melhores sentimentos...

Costinhas disse...

às meninas que quiserem colaborar, eu julgo que eles ainda aceitam ajuda e se não se puderem deslocar à associação e estiverem aqui por Lisboa eu não me importo de ir buscar as coisas, basta mandarem-me um email (costinhas [at] gmail . com)


Palavra de mãe, todos podemos desconfiar, mas julgo que tal acusação é demasiado forte, desnecessária e injusta.

Eu conheço quem colabore com esta associação e atesto a sua integridade, assim como um sentido de solidariedade muito acima da média. Se todos fossemos um bocadinho assim, viveríamos com certeza num mundo muito melhor.

Mas se quiseres, um dia, verificar com os teus próprios olhos o serviço que esta associação faz, é só dispensares uma noite de quarta-feira e com certeza vão ter todo o gosto em te mostrar o que fazem neste voluntariado.

Vamos ajudar, isso é o que é realmente preciso.

www.palavrademae.blogspot.com/ disse...

Pois eu falo por experiência própria, por situações de voluntariado,..... falo por conhecimento de causa de uma instituição que acolhe crianças e que as pessoas na boa fé oferecem donativos (roupa, bens alimentares, mobiliário, etc) e estes são logo divididos, e esta instituição acabou por fechar por falta de condições ( os bebés dormiam em carrinhos, as camas mal chegavam à instituição eram logo"doadas", assim como a roupa era logo "escolhida", falo tb de um peditório realizado numa escola, que se pedia bens para Angola, e o que aconteceu a esses bens? Apodreceram num armazém.

Por tudo isto deixei de acreditar nestes peditórios.
Vivo no mundo real.

SIM não me importo de ajudar, mas com todas estas experiências prefiro ajudar de outra maneira (ajudar pessoalmente quem me pede ajuda).

Agora cada um é livre de pensar de outra maneira sem ser julgado por isso.

www.palavrademae.blogspot.com/ disse...

Costinhas:

No meu comentário não estou a acusar ninguém (não vamos deturpar as minhas palavras)estou só a fazer uma suposição.

Monica disse...

Sinceramente... hã gente para tudo.
Anda tudo doido!

Mamã trintona disse...

Não sei se vês o concurso da SIC, às 19:00, mas há boas notícias.
Na última parte do concurso, há uma pessoa (concorrente) ao telefone e outra no estúdio. A que está no estúdio tem de negociar uma percentagem do prémio com o/a concorrente. À 2ª. feira é sempre uma personalidade pública que está do lado de lá do écran e o que conseguir ganhar dá para uma instituição. Pois bem... esta semana o jackpot era de 78.000 euros e a percentagem negociada, de 50%. As boas notícias estão em que a concorrente ganhou o jackpot e metade, ou seja, cerca de 40.000 euros, foi para a Comunidade Vida e Paz (instituição escolhida pela personalidade) pelo que já podem ter um óptimo Natal.
Joquinhas
Sofia

P.S.- Não percebo é porque é que este donativo não foi divulgado.

Mamã trintona disse...
Este comentário foi removido pelo autor.