quarta-feira, abril 02, 2008

E...

os abraços apertados e repetidos, decorados com sorrisos e olhos brilhantes? Os mina mãeeeee! e meuuuu pai! emocionados e felizes. O contar das novidades e o também tive saudades tuas!. A pressa em nos correrem para os braços e a nossa pressa maior de os ver mergulhar neles? O cheiro. Que saudades do cheiro. E o que eles cresceram?! Cresceram pois! Juro! A roupa deve ter crescido com eles, porque estás-lhes igual, mas só podem ter crescido, que os fazia mais pequeninos. Menino e menina de colo ainda. E as duas horas que gastámos ontem no parque? A ignorar tudo o que são rotinas de fim-de-dia e jantar por arranjar. Que importa se não há pão e se quando chegarmos não dá tempo para mais que preparar umas salsichas por já serem horas de dormir e não de comer. Que importa se há as roupas por organizar, se o dia está lindo e podemos correr atrás dos pombos, andar de escorrega e jogar à bola com tantos meninos. Que importa tudo o resto se estamos novamente juntos? Que importa tudo o resto se os posso ouvir gargalhar, devorar os refegos com cócegas e sorver o brilho dos seus olhos. Não importa nada. Nada mesmo. Mas o melhor, é perceber que para eles também não. Tão bom.

9 comentários:

Fitinha Azul disse...

Maravilha!
Também precisava de me mimar assim:)

Beijocas

Monica disse...

Os reencontros são tããão bons!
Beijocas e bem vindos :)

Bala disse...

Um dia não são dias, e as saudades estavam a precisar disso tudo!

Hoje logo voltam às rotinas.

Bjinhos

Alda disse...

Eu continuo a achar que a melhor parte do ir é o voltar (mesmo quando eles vão connosco)!

:)

Soph disse...

... MESMO NADA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Mamã Catarina disse...

Nada importa e tudo se justifica se é para passarmos momentos preciosos com os nossos filhos :)

Podes crer que também a mim me convenceste com as termas, e estou seriamente a pensar em passar lá umas fériazitas :)

Beijinhos!!

1gota disse...

Nada mesmo, é certo! :)
Eu bem dizia que o regresso tb era bom! ;)

sol13 disse...

Até me arrepiei....não importa mesmo nada, nada esses "pequenos" detalhes.
Importa sim os abraços, o amor que lhes damos e o que nos dão.

Bjokas

Sónia disse...

Imagino a felicidade deles...e a vossa :)

Bjocas