terça-feira, abril 15, 2008

Há uns tempos...

ele encontrou-se com os meus olhos numa das minhas múltiplas deambulações pelos corredores de livros da FNAC. O título prendeu-me a atenção: O rapaz do pijama às riscas. Peguei num ao calhas, abri-o e a primeira coisa que me salta à vista é um nome: Bruno. Fechei-o imediatamente e rodei-o para ler a contra-capa, hábito que muitas das vezes me baralha mais do que simplifica o acto de decidir, e leio:
«(...) Embora fosse normal incluir aqui algumas pistas sobre o seu conteúdo, entendemos que neste caso iria prejudicar a experiência da leitura. (...)»
Queria trazê-lo. Por causa do título. Por causa do nome. Por causa da contra-capa. Mas deixei-o lá. Achei que iria ser estranho e deixei-o lá, perfeitamente alinhado com os restantes, decidida a pegar-lhe novamente numa próxima ida. Dias depois, entro numa outra livraria e enquanto percorro as estantes, eis que me surge novamente como se fosse ele que me encontrasse e não o contrário. Pego-lhe, mas volto a deixá-lo. Só quando me perguntam "É tudo?" é que não resisto e respondo que não. Que não é tudo porque ainda me falta um livro. E vou buscá-lo. Resisti até hoje para o começar a ler, numa luta meio inconsciente entre a vontade de o descobrir e a de continuar a ignorá-lo, mas umas páginas depois de começar soube que não vou demorar muito a terminá-lo. O rapaz do pijama às riscas, de John Boyne. Para descobrir página a página.

5 comentários:

Ana disse...

Eu tb adoro vagar pela FNAC..os meu filhos já têm o 'bichinho' e tb adooooooram lá ir..para 'trazer livros'!

Vou aceitar a sugestão...o meu problema é ter tempo para iniciar a leitura!

Beijocas nossas!

Ana B

Maria Pereira disse...

Olá. Acompanho este blog há bastante tempo (e gosto muito) mas tenho sido uma leitora "invisível". Também li esse livro praticamente de seguida, algo que já não me acontecia há muito tempo. Só para deixar "a pulga atrás da orelha":o final é surpreendente. No entanto, com o passar do tempo, à medida que eu ia digerindo o livro, a minha opinião sobre a estória foi-se alterando.
Maria Pereira

a mamã dos reguilas disse...

fiquei curiosa... deposi diz que tal é o livro

andreia disse...

bem, também fiquei curiosa, a cena da contracapa é demais! :=)

beijinhos

Monica disse...

:)