sexta-feira, junho 27, 2008

Só nos faltava mais esta...

(extracto de email recebido):
Amigos, Chamo a vossa atenção para a mensagem que se segue, uma vez que é do interesse de todos. Esta malta pretende pôr os cidadãos comuns, bons e regulares pagadores, a pagar as dívidas acumuladas por caloteiros clientes da EDP, num total de 12 milhões de euros e, para o efeito, a entidade reguladora está a fazer uma consulta pública que encerra em meados de Julho. Em função dos resultados desta consulta será tomada uma decisão. Esta consulta não está a ser devidamente divulgada nem foi publicitada pela EDP, pelo menos que eu saiba. A DECO tem protestado, mas o processo é irreversível e o resultado desta consulta irá definir se a dívida é ou não paga pelos clientes da EDP. A DECO teme que este procedimento pegue e se estenda a todos os domínios da actividade económica e a outras empresas de fornecimento de serviços (EPAL, supermercados, etc.). Há que agir rapidamente. Basta enviar um e-mail com a nossa opinião, o que também pode ser feito por fax ou carta. Divulguem isto o mais possível, para bem de todos nós cumpridores. Passem este e-mail a todos os vossos contactos e mobilizem-nos a enviar o texto que está a bold para o endereço abaixo. É que se não houver gente suficiente a participar na consulta pública eles vão mesmo pôr-nos a pagar a factura de electricidade dos devedores. Texto a enviar para: consultapublica@erse.pt Exmos. Senhores, Pelo presente e na qualidade de cidadão e de cliente da EDP, num Estado que se pretende de Direito, venho manifestar e comunicar a V. Exas. a minha discordância, oposição e mesmo indignação relativamente à "proposta" - que considero absolutamente ilegal e inconstitucional - de colocar os cidadãos cumpridores e regulares pagadores a terem que suportar também o valor das dívidas para com a EDP por parte dos incumpridores. Com os melhores cumprimentos, (indicar nome e dados do BI)
Depois aqui, li ainda algo mais giro:
"(...) essa consulta pública está disponível para consulta aqui, e tem como data limite o dia 7 de Julho. após isto ainda será feita uma audição pública, após o que a ERSE........... decidirá o que bem entender, já que a apresentação desta consulta pública termina com esta declaração tão curiosa: «Após a audição pública, e tendo em conta as várias contribuições recebidas, a ERSE irá proceder à elaboração e publicação dos novos regulamentos. Essa publicação será acompanhada de um documento justificativo das soluções adoptadas e da eventual não consideração de comentários recebidos.» (...)"
Minha gente, toca a protestar.

8 comentários:

Graça disse...

Já tinha ouvido qq coisa sobre esta situação... é tão injusta, tão inaceitável que me deixa incrédula...

buggy disse...

eu já mandei o meu protesto!!

protestem e espalhem por todo o lado para que a revolução seja em grande! :-)

tarapatices disse...

foi o meu?! entretanto disseram-me que já tinham resolvido o assunto... mas acho que não, pelo sim, pelo não protesta-se!

Sandra

eu disse...

Eu fiquei parva quando ouvi a noticia, deu nos telejornais!!!
Enfim...

Paula disse...

Já protestei e divulguei pelos meus contactos ;o)


Beijinhos

mãe disse...

vou fazer o mesmo. obrigada pela chamada de atenção!

Soph disse...

Nao te preocupes que levo uns garrafoes daqui!!!!

:)

Mil beijinhos do Perú!!!!

Belita disse...

É que parece uma anedota, também já tinha ouvido falar!