quarta-feira, julho 23, 2008

Das perguntas (dela) que surgem do nada...

Lisboa, 21 de Julho, mais de 30ºC à sombra (ou pelo menos parecia): - mãe, o Pai Natal deve ter mesmo muito medo das pessoas, não é? Ele nunca se deixa ver! Espera sempre que nós vamos dormir! [e vou poupar os dedos a teclar a sequência de perguntas e respostas sobre o tema que se seguiu e que durou todo o percurso escola-casa...]

7 comentários:

eu disse...

Tem graça, os muidos andam todos a falar no Pai Natal.......que raio andará no ar?
Bjkas natalicias!

Rita disse...

Conheço bem esse rol de perguntas... chiça, ás vezes até tenho vontade de dar aquela triste resposta: "olha, porque sim!"

Quanto ao post abaixo: que saudades de andar com os meus filhotes assim no pano... que saudades mesmo... agora só querem é correr... até o Guga... que só gosta de ir para lá quando está a cair de sono :)

Beijos
P.S. O blog foi um sucesso... devias começar a cobrar... olha que fazias um dinheironho :p

Carla O. disse...

:))) Ai as perguntas... O pior é que complicam com o crescimento e temos que ter cá uma bagagem... ui!
beijocas

Maria disse...

E ela tem razão!!! Ele deve ter mesmo muito medo...eu tb nunca o apanhei lá em casa!

LoL

Bjs

Monica disse...

:D

Mother_24 disse...

lololol eles e a fixação pelo pai natal :P

jocas gaja

Soph disse...

ADORO, ADORO, ADORO essas conversas CHEIAS de sentido para ELES e com "tão pouco" para nós...

... pelo menos em JULHO!!!

... é das coisas que "mais lhes ADORO"!!!!