terça-feira, outubro 14, 2008

Ontem fiquei em casa...

e a ideia era armar-me em Bree, mas no fim (re)descobri-me uma Susan. A certa altura, tinha três bolos Chifom de chocolate no forno, amassava a pasta que, esperançosamente, iria dar corpo a uma Kitty para lhe fazer uma surpresa e ouvia a Oprah ao fundo. Naquele momento, talvez enebriada pelo estilo de vida freegan que estava a descobrir com a O, e, depois de ter tido tempo para os deixar na escola, tomar um pequeno-almoço descansado, fazer as compras e dar um avanço na festa de sábado, pensei que talvez fosse capaz de me habituar àquela vida. Pouco depois, quando engoli o almoço e me dividi em três para arrumar a casa, dar um avanço ao jantar que era para 9 mas acabou por ser para 18 e vejo o monte de louça que consegui sujar, ao mesmo tempo que na televisão só se ouvia a Júlia e as suas convidadas, pensei que afinal ter alguém a pagar-me para estar algumas horas afastada de casa não era assim tão mau quanto isso.

23 comentários:

Mamã dos Diabinhos disse...

Linda a kitty!
Penso o mesmo.
Beijos

:) disse...

E a reacção dela quando viu o bolo?

Isso é massa pão? Foste tu que fizeste?!

bjs
Ana A.

Bala disse...

O bolo está fantástico!

...A mim também muito me agrada a ideia de estar fora de casa umas horas,a troco de uns €.
Se bem que gostava de poder "ir e vir" conforme me desse jeito!

Bjinhos

Mãe das Borboletas disse...

O bolo ficou tão giro ;)

Bjo

Lúcia disse...

Para mim o " ideal " seria um trabalho de apenas meio dia, de manhã, para depois ter um pouco mais de tempo e disposição para tudo o resto e claro sem a redução do ordenado mas apenas do tempo de trabalho, alias se fosse com um ordenado maior ai seria quase perfeito. Para chegar à perfeição era mm ter uma pessoa para arrumar, limpar, por a roupa a lavar, estender e passar umas 2 vezes por semana, isso sim, era mto bom.

sorrisos da minha alma disse...

Levas jeito para pasteleira!
Estou a ver que tens umas mãos poderosas! :D

Olha eu não me importaria nada, nadinha de trabalhar a meio tempo lolll mas levar o mesmo ordenado para casa heheh.
Bjs

Belita disse...

Apesar de tudo, o bolo ficou bem bonito!

Costinhas disse...

Ana, é massa de açúcar e já a comprei preparada. :)

Foi só estender e moldar (e aplicar corante para fazer os rosas)

Laria (Maria+Leonor) disse...

Tu és mesmo prendada! Tudo o que fazes, sai-te bem! O bolo está lindo, vai ser também o tema da festa do aniversário da Leonor! Bjs

Helena disse...

O bolo está espectacular!! Parabéns :) A Joana deve ter adorado...

Tânia disse...

Ai o que me ri.... Escusado será dizer que me imagino a protagonizar esse caos, talvez até um bem maior... Bjs

Mother_24 disse...

mas olha que não te sais-te nada mal hã... que giro o bolo, faço ideia a carinha dela :D

agora ficar em casa... hummm isso tem piada o 1º mês, vá... mas quando a rotina se instala... valha-me deus!! já me bastaram os 4 meses de licença de maternidade... é que eu e a casa, não somos lá grandes amigas não :)

jocas

Ana Raquel disse...

UFA! Uma bimby ia dar-te jeito... LOL o tempo q te poupa nos bolos aproveitavas noutras coisas!

bj**

kombi disse...

penso que até aos 3 anos é muito gratificante estar em casa,sem horários, sem correrias, e acima de tudo acompanhar o crescimento dos filhos. Por volta dos 4 anos já a criança necessita do seu "espaço" assim como a mãe.

Mas o ideal é um part time, tipo um trabalho com o horário escolar dos filhos,ando á procura de um "milagre" desses.

Falo pela minha experiência.

O bolo está muito giro.

Muitos parabéns.

Como te compreendo, tb sinto omesmo com o passar dos anos, um misto de sentimentos, de querer que elas cresçam, de sentir que estou a cumprir o meu papel, mas ao mesmo tempoo não querer que cresçam, quere-las sempre junto a mim, olhar ao espelho e ver as primeiras rugas a aparecerem, e sensação de que o tempo passa mesmo muito rápido e o fim aproxima se.

muitos e muitos anos de vida cheios de dias assim.

Soph disse...

São estas FORMAS de ser MÃE que me cativam em Ti...

Tanto... Tanto...

O cuidado.
O mimo.
A vontade.
A surpresa.
A entrega.
Tu.

PS: O bolo estava uma delícia... e as Cookies AMARAM!!!!

... e ela ficou FELIZ!

Mané disse...

O bolo está lindo!...
Ter a possibilidade de ficar em casa de vez em quando é um balsamo, mas ficar indefinidamente faz-ma alguma confusão. Gostei muito da tua perspectiva: pagarem-me para estar algumas horas afastada de casa é uma maneira engraçada de por as coisas

sil disse...

Eu adorava ser dondoca, mas com dinheiro para poder sair de casa, ir às compras, até podia fazer o jantar (eu gosto de cozinhar)...mas ter alguem para limpar a casa e passar a ferro...

Como dinheirinho não há...nan me apetece ser dondoca...daquelas que fica o dia a tratar dos filhos, limpar a casa, passar a ferro, ir ao supermercado (a contar os tostões), fazer o jantar e ainda por cima me dizerem...tu é que tens uma grande vida...Ficas o dia todo em casa...

Bjos
Adorei o bolo
Este ano tb me aventurei a fazer bolos
Sil

Monica disse...

Que lindo bolo!!

sol13 disse...

Ficou perfeito

Bjokas

a mãe dos reguilas disse...

para mim o ideal seria trabalhar apenas pouquinhas horas por dia-não sou grande dona de casa-mas que sabe bem sabe

buggy disse...

bem, tens muito jeitinho para as artes manuais... eu se me armasse em Bree acabava o dia com bolos intragáveis decorados com arte abstracta! LOL!

e pagarem-nos para termos umas horas de descanso da casa é uma bela perspectiva! nunca tinha visto a coisa por esse prisma...

rosinha_dos_limoes disse...

Eu ia escrever um comentário relativo ao pagarem-me para estar fora de casa ... mas estava a ficar um bocado deprimente e hoje acordei bem disposta e não vou estragar o meu (e de outras pessoas) dia :o)

_Bekas disse...

do bolo já falámos... o que me espantou mesmo foi eu seguir ali o link "freegan" e ler o que li... não sabia de nada sobre isto!