domingo, janeiro 25, 2009

A saga do dente desaparecido, parte 2

Nada. Enquanto os miúdos se lavam a eles e à casa-de-banho, fui eu tratar do quarto deles. A missão era simples: encontrar o dente desaparecido. Roupa de cama fora, camas arredadas, chão lavado de joelho no chão, colchões levantados e ripas limpas uma a uma, e tudo e tudo e tudo... e nada! Não há vestígio do dente em lado nenhum. Olha que esta!

8 comentários:

Mãe da malta disse...

Vai aparecer :), espero que sejas tu a descobri-lo.

Há ainda a hipótese do Miguel o ter guardado, amanhã aparece-te ele com o dente: mãe, mãe, caiu-me um dente, chama a Fada. :)

Mãe da malta disse...

No do Miguel eu fiquei tristissima, principalemnet porque lho queria guardar (estranho?)

Agora tenho lá já uma mistura de dentes dentro da caixinha, e duvido que saiba qual foi o primeiro

Tita disse...

:S Mistério!
E o pai não da casa não sabe de nada???

Costinhas disse...

O Miguel esteve doente o fim-de-semana e a única coisa que fez no sábado foi dormir. Por isso, ele não foi.

O António também diz que não lhe tocou.

Este mistério está giro, está :p

Helena disse...

Nem podia aparecer!!! Mas alguém aqui duvida da Fada dos Dentes?
Beijinhos

Bala disse...

Tu queres ver que a Fada dos dentes existe mesmo!?!?!?

Bjinhos

Mother_24 disse...

lololol vai na volta tens ratos em casa :D

jocas

CLS disse...

Eheheh, o Mistério do Dente Desaparecido! Ela não o terá mudado de sítio sem se lembrar, meia a dormir?
Ficou uma desdentadinha linda!:)