quinta-feira, abril 16, 2009

Às vezes...

apetecia-me enrolar-me sobre mim mesma e isolar-me até de mim. Esvaziar as ideias para que a minha cabeça possa descer do mundo das responsabilidades, prazos, afazeres, marcações, medicamentos, horários, filhos, marido, pai, irmã, família, e tudo e tudo, e assentar novamente nos ombros. Voltar a ser pequenina e sentir-me a flutuar na barriga da minha mãe, ou dormir uma soneca nos seus braços recostada no seu peito. Porque sinto falta desse colo. Especialmente nos momentos felizes.

8 comentários:

mim disse...

beijinho

Tita disse...

Ando tambem a precisar tanto...

Cristina disse...

Quem não precisa de um colo de vez em quando?

Cristina

Amélia do Benjamim disse...

Sinto tanta falta deste colinho...
É especial.
(obrigada pelo comentário)
Beijinho

borboleta disse...

beijoca

inesn disse...

abraço, amiga!

Rita disse...

Como te compreendo... Este post podia ter sido escrito por mim hoje mesmo! Beijinho grande

Soph disse...

... posso sentar-me aqui, bem sentadinha... juntar as pernas e dar-te o meu colinho...
... que não é, certamente, tão quente...

... mas que te quer bem...

:)