segunda-feira, setembro 13, 2010

Mãe faz serão em vésperas de primeiro* dia de aulas...

e forra livros, marca canetas, arranca dentes de leite (já perdi a conta aos que já se foram), forra livros, desenha, imprime e cola etiquetas personalizadas em livros/cadernos/capas (e que são surpresa para ela, só espero que goste que agora já não saem dali), marca lápis**, forra livros, prepara o leite de boa-noite, forra livros, marca réguas, caixas, estojos, malas e tudo o que lhe aparece à frente.

Enfim... ficar sentadinha no sofá a vegetar a ver TV é que não há maneira.

[mas dá-me um gozo danado esta preparação de um novo ano... e sim, além de gostar de passar a ferro, também gosto de forrar livros. Por falar em passar a ferro, não vamos falar da blusa de seda que queimei hoje de manhã com a pressa. Não vale a pena. Eu nem adorava aquela blusa nem nada. humpf.]

* para ela que é baldas

** este ano e para despachar foi tudo marcado com aquelas canetas de DVD (Staedtler Luminocolor permanent) que é como marco tudo o que seja possível de se perder ou confundir (incluindo roupa) mas a técnica habitual é imprimir o nome dela num tamanho suficiente para ler, encher uma página A4 com isso, recortar e colar no que quero marcar com fita-cola. Tanto um como o outro são dois métodos baratos, rápidos (mais o primeiro), personalizáveis e de duração acima do lápis/caneta/etc. que se marcou garantida.

10 comentários:

Smas disse...

Bem, eu nunca fiz nada disso... Mas devo lá chegar um dia. A única coisa marcada é o uniforme.
Bjs

Susana disse...

Também adoro forrar livros e desde que me lembro de ser gente que forrava os meus!

Mãe(q.b.) disse...

Por acaso qd era pita tb adorava forrar os livros... dele ainda n cheguei a tal, mas acho q deve ainda dar gozo :p

jocas

Helena Barreta disse...

Todas essas actividades de forrar livros, desenhar etiquetas para cadernos, capas, pastas, dossiers e tudo o que envolvia o regresso às aulas, davam-me muito prazer fazer com o meu filho.

Adoro fazer trabalhos manuais.

Tenho um filho estudante, é certo, mas já está noutra, os livros são comprados na própria faculdade, cadernos já quase diz que não precisa e os dossiers e capas foram substituídos por CDs, pens e afins.

Mas há uma coisa que continuo, ainda hoje, a fazer, que é a uma fotobiografia e fotobiografia desportiva. Tenho registado com fotografias, em livro, todos os torneios que faz, com nomes dos adversários, resultados dos jogos, cartazes, diplomas e tudo o que estiver relacionado com a vida desportiva.

Bom começo de ano lectivo, de certo que também o vai registar com fotos.

Um beijinho

Monica disse...

O Pai lá de casa também esteve nesses "preparos" com as coisas da minha :)

mamie2 disse...

Também uso os mesmos métodos de etiquetagem.

Este ano aventurei-me ainda a imprimir etiquetas com mini-foto deles e nome! Ficou giro e deu para ter do que me queixar, por inventar trabalho! :o))))

Bjocas

Célia disse...

Isso é feito pela professora na escola (forrar livros)de resto tudo marcado com corações piroso autocolantes ou a caneta de DVD! Muito lindo! :D

PS : Então? estou-me a portar bem? LOL

Cristina disse...

Arrancas os dentes de leite? Ando sem saber o que fazer... :)

Bjos

Cristina

Costinhas disse...

Cristina, arranco mas só quando eles estão mesmo só presos por um fiozinho (por recomendação do próprio dentista)

Eles chegam a um ponto que começam a sangrar um bocadinho (tão pouco que eles podem nem sequer dar conta) e quando ela se queixa eu começo a testá-lo: prendo com os dedos em pinça e com a unha entre o dedo e a gengiva (o dedo há-de estar metade solto nesta altura) e dou um puxãozinho sem força. Se sentir o dente preso não faço mais nada, se sentir que o dente só resiste num único ponto sem que lhe dê tempo para dizer mais nada e sem tirar os dedos do dente, puxo e fico com o dente na mão :p

Costinhas disse...

o dente é que deve estar meio solto e não o dedo :p