quinta-feira, outubro 14, 2010

Quando o nosso pai...

aquele que nunca se lembra dos anos de ninguém, ou de qualquer data comemorativa que seja, nos diz que colou um papel no tablier do seu carro a dizer "7 anos" em letras garrafais para não se esquecer de telefonar à neta no seu dia de anos e dos anos que ela fazia para não se enganar, isso é... ?!

Sempre a surpreender-me, pai. Sempre.

9 comentários:

Dorushka disse...

Pelo menos o teu pai ainda teve o discernimento suficiente para fazer qualquer coisa que o lembrasse de uma data importante. Já o meu...

Graça disse...

Ainda bem que o tens :) :) ... não posso dizer o mesmo do meu!!!

********

Costinhas disse...

Vá dorushka, ainda há esperança!

Afinal de contas, eu só esperei 35 anos para ter o meu pai a lembrar-se dos meus anos e dos miúdos no próprio dia e sem ajuda de ninguém! :p

Dorushka disse...

Obrigado pelas palavras de alento, Sandra. Eu espero que a minha espera acabe nos 34... (afinal de contas ainda há dias o lembrei que os miúdos estão quase a fazer anos...)

Costinhas disse...

vamos fazer figas, então! loool

Dorushka disse...

:)

Tita disse...

:))
Tê-los já é tão bom!

Costinhas disse...

claro que sim Tita e Graça!

Então eu não sei tão bem isso? Melhor do que gostaria...

Helena Barreta disse...

...Amor e o melhor presente do Mundo!

Tenho tantas, mas tantas saudades do meu pai.

Beijinhos