quarta-feira, novembro 17, 2010

Às vezes custa-me...

que seja tão difícil aceitar para tanta gente que há quem não stress pelos mesmos problemas e que para quem as dificuldades não sejam um drama mas algo normal com que se tem de aprender a lidar e a ultrapassar.


A sensação que dá por vezes, é de andar a lutar contra moinhos de vento. E cansa.

7 comentários:

Crente disse...

Mas os moinhos de vento também produzem energia! ;) Vá, tens de começar a rentabilizá-los...

A mãe que capotou disse...

Se toda a gente aceitasse as dificuldades como normais da vida, viviamos num mundo zen. Se toda a gente fizesse um drama, viveriamos numa opera de Rossini, admite, a segunda hipotese é mais gira.
Mas mais engraçado ainda é vivermos num grande teatro onde haja espaço para o woodstock e para a peixeirada italina, não?
Peace !

Costinhas disse...

claro que sim, mas perde a piada quando é sempre o mesmo lado a desistir porque não há meio de ser compreendido pelo outro.

& love !

A mãe que capotou disse...

Pois. Não faço ideia do que é que estamos a falar, mas achei por bem opinar. Estas na tua fase blogueira enigmatica, é ?
Aquele post la de cima, o da confiança, parece-me bem, sim senhora.
???

Costinhas disse...

eu sou assim, tanto tenho de directa como de enigmática. Diz que é por ser Gémeos que sou o 8 ou o 80, que tanto sou assim como assado, que tanto estou bem como nem por isso.

Eu chamo-lhe feitio, mesmo :p

Helena Barreta disse...

Eu sou de valorizar o que tenho e não de me lamuriar pelo que não tenho. Há problemas e dificuldades? Resolvem-se e sigo em frente, não fico a matutar, tenho para mim que é mais saudável e menos doloroso.

Rita (a minha pequena lua) disse...

eu por vezes aceito algumas dificuldades da vida porque quando olho para o lado vejo-as bem piores que as minhas e acabo por tentar ver as coisas de outra forma e aceitar. no entanto, há outras, com as quais não me conformo e pelas quais luto afincadamente para ultrapassar e vencer. não sou gémeos, sou sagitário... mas tb me sinto cansada por vezes por lutar e ver que mais ninguém se incomoda com o assunto...