quarta-feira, novembro 10, 2010

Fins-de-dia (os nossos)...

ela perguntou: Como são os vossos serões durante a semana? e eu respondo (é verdade, sou uma fraca) mesmo que a tarefa não seja fácil pois:

- eu nunca sei a partir de que horas começam e muito menos a que horas terminam;
- não há dois dias iguais na semana em termos de horário;
- não temos rotinas no que diz respeito a quem vai buscar quem ou quem é que vai às compras e muito menos no que diz respeito ao período delimitado pela nossa chegada a casa e a ida deles para a cama.

Estando os avisos feitos, segue a resposta o mais arrumada temporalmente que consegui:

entre as 17h00 e as 18h00 - telefono ao pai a saber se ele está ou não atrasado. Se estiver sou eu que tenho de ir buscar os miúdos (mesmo que esteja também eu atrasada), caso contrário escolhemos entre os dois qual o miúdo que cada um vai buscar, contribuindo para a escolha o quão atrasado está cada um de nós, ou, escolhemos a vítima que passa pelo super/hiper (geralmente o pai) e o outro (geralmente eu e não menos vítima em algumas noites) vai buscar as duas crianças.

entre as 18h00 e as 19h00 - as duas crias saem da escola/actividades e rumam a casa quer no mesmo carro (quando tenho eu de tratar dos dois), quer em carros separados (quando dividimos uma cria por progenitor). Se for dia de piano, o pai vai buscar a cria mais velha antes das 18h00 para a deixar na escola respectiva a essa hora. Se for dia de ballet ou judo, vamos buscar a cria mais nova à escola respectiva pelas 18h40. Se for dia de teatro, a cria mais velha só está despachada da escola às 19h00.

entre as 19h00 e as 19h30 - chegamos a casa, com possível passagem pelo super a comprar alguma coisa que faça falta. o tempo de viagem é utilizado para as nossas conversas sobre o dia, desabafos, etc. (Adoro as nossas viagens de carro!) Às vezes o pai ainda não chegou, outras está a chegar.

às 19h30 - aquece-se a sopa e com sorte o jantar também. Se não houver jantar pronto nem tiver um jantar adiantado no congelador que possa rapidamente terminar, a maioria das vezes grelha-se peixe ou carne, acompanha-se com arroz/massa/legumes cozidos e salada e janta-se (a dois, a três ou a quatro que não há grandes regras, é como der mais jeito no dia). Mais raramente, e apenas quando chego cedo (tipo 19h00) a casa, faço cozinhados um pouco mais demorados e de preferência que sobre e se possa comer no dia seguinte. Durante a preparação do jantar podemos dar banhos (mas a maioria das vezes têm tomado de manhã porque despachamos a coisa mais depressa) e eles vêem um bocadinho de desenhos-animados ou terminam alguma tarefa. Se ambos os cônjuges estão em casa, conversa-se coisas de crescidos nos intervalos das conversas com eles (aqui quase que podia ter tirado o plural que ela costuma estar hipnotizada com a tv por esta altura). Às vezes o pai ainda não chegou, outras está a chegar.

A partir de agora há duas variantes:

não é sexta-feira

às 20h30 - em geral estão jantados, treinam três vezes a pauta da semana (temos andado a falhar nesta) e começam os preparativos de irem para a cama: tomar a medicação, beber o leite, lavar dentes (e outras partes se não tiverem tomado banho) ouvir a história. Às vezes o pai ainda não chegou, outras está a chegar.

às 21h00 - o pai está a ler-lhes a história (embora agora algumas vezes seja ela quem a lê) ou a acabar e eu vou para o escritório depois de lhes ter cantado as três cantigas da praxe. Quando o pai ainda não chegou a esta hora mantenho-me ao serviço e a noite transforma-se numa sexta com horários das outras noites.

das 21h00 às 2h00/3h00/4h00 - o pai há-de acordar eventualmente numa cama deles e das duas, quatro: ou se arrasta até ao sofá e adormece novamente enquanto tenta ver uma série/filme; ou tenta acabar algum orçamento urgente; ou arruma a cozinha (e às vezes janta a essa hora); ou vai dar uma volta com o Rufus. Já eu deixo-os aos três no mimo e vou para o escritório avançar com a segunda parte laboral do meu dia: a fotografia. Planifico álbuns, respondo a emails, escolho/trato fotos, preparo encomendas, faço dvd's, tento aprender mais, etc.

é sexta-feira (dia de jogo da bola para o pai) 

entre as 20h30 e as 22h00 - treinam a pauta da semana (aqui geralmente tento que a treinem devidamente) depois fazem o que quiserem e eu geralmente alinho nas paródias deles.

a partir das 22h00 - começo a lembrar-lhes que no dia seguinte acordam cedo na mesma (há natação) e começo a prepará-los para a cama, leio-lhes duas histórias, canto as três músicas e fico com o Miguel até ele adormecer ou faço o caminho sofá-cama do Miguel um ror de vezes até ele adormecer.

Se calho a adormecer enquanto o adormeço a ele, hei-de acordar algures de madrugada e ir para a minha cama, se não adormeço, vou para escritório e atiro-me às fotos sem hora para acabar.

E pronto é isto. (Eu bem disse que não querias saber como eram os meus fins-de-dia.)

10 comentários:

A mãe que capotou disse...

Obrigada, não seguiste as regras todas do sensus (como ja me vou habituando...) mas esta resposta é valida e sera devidamente analisada e estudada (não faço ideia como, mas isso não interessa nada). E sim, claro que queria e quero saber dos teus serões !
Beijinhos

Costinhas disse...

lá está... pelos meus serões dá para ver o quanto gostamos de fugir às regras, não?! :p

Rita disse...

Ui... fiquei cansada só de ler.

Nunca mais me queixo ;)

Luna disse...

ui nem sei como consegues, dormir tão pouco depois estares fresca como uma alface.
Eu senão dormir 6 horas fico humor negro ninguém me atura com mau feitio, além ficar enxaqueca o dia inteiro.
bjos
Luna

Cláudia disse...

Eu tenho que dormir mais, senão ninguem me atura (nem eu própria)... e as minhas rotinas.. têm de ser rotinas mesmo.

Cada dia de sua maneira, não é uma rotina e eu preciso disso.

Só aos fins de semana são quebradas... execepcionalmente durante a semana.
Qualquer dia também coloco aqui o meu dia-a dia.

Beijos

Crente disse...

Ainda consegues ser menos rotineira que eu. Ao pé de ti eu sou uma seguidora de regras assídua. Folgo em saber que não sou a única a adormecer na cama errada...

*Quicas* disse...

O que é a pauta da semana?

Costinhas disse...

Quicas, é a pauta de música que cada um tem de treinar para a aula de música

Costinhas disse...

aula de piano queria eu dizer

Rita (a minha pequena lua) disse...

cá em casa é bem diferente :)