terça-feira, janeiro 25, 2011

Quando crescer...

(agora) diz que vai ser artista. Como é que se chamam aqueles que dançam e cantam e fazem os espectáculos, mãe? E bombeiro. Eu quero apagar todos os fogos, mãe! E ajudar as pessoas!

[ela nunca teve destes pensamentos ou devaneios sobre o que iria ser, no entanto, lembro-me de a ouvir dizer uma vez em pequena - já não faço a mínima ideia de quando - que queria ser veterinária. Há uns tempos, quando andaram a falar sobre as profissões na escola, voltou a elege-la como a profissão que iria ter quando fosse grande. Será?]

5 comentários:

Rita (a minha pequena lua) disse...

a minha tb nunca falou de tal assunto. secalhar a vocação da Joana está mesmo para veterinária... tão pequenina e focada nisso... mas olha, eu tive muitos anos da minha vida que dizia que queria ser veterinária ou educadora de infancia, desde miuda tb que dizia isto. depois, acabei por decidir psicologia educacional, e hoje, estou tão arrependida de não ter seguido mesmo a vertente da educadora de infancia... coisas que vêm de menininha, por vezes, são mesmo as que mais gostamos e nos dizem algo... e animais, adoro, mas já percebi ao longo da vida, mesmo com o meu bichinho, que haveria situações que não teria estofo para resolver...

Helena Barreta disse...

Cá estaremos, ou não, para saber se o rumo escolhido por eles é o que agora lhes parece certo.

Beijinhos

Margarida disse...

A minha mais velha aos 3 anos já dizia que queria ser veterinária, hoje, com 22, está no 4º ano de Medicina Veterinária. :)
Beijinhos e felicidades família Costinhas

Kella disse...

Pois o meu mais velho não faz a mínima ideia. Já o do meio sempre disse que queria ser cabeleireiro...ou fotógrafo...pois.
Boa sorte por aí!

Costinhas disse...

Eu dizia que iria ser cabeleireira e médica (as duas ao mesmo tempo).

Sou fotógrafa e programadora. Ao menos acertei no número de profissões ao mesmo tempo loool :p