terça-feira, maio 17, 2011

Há certas memórias que mais vale não reviver...


Eu confesso que não sou do tipo saudosista que acha o que antigamente é que é bom, mas de vez em quando os meus olhinhos batem algumas coisas que me fazem reavivar memórias adormecidas e não resisto. O resultado é que habitualmente não é bom.

Aconteceu-me com as bombocas, com as gorilas e agora com as minhas gomas de eleição.

Na semana passada, dei com os olhinhos nesta preciosidade. Bem sei que a marca original era a Heller, mas mais do que a marca, era o aspecto que aqui me tentava e vai de comprar um pacote.

Depois dos miúdos estarem devidamente deitados, atirei-me à gulodice mas à primeira trincadela a decepção assomou-se. O tempo a modos que envolveu a memória da textura e do sabor numa auréola de irrealidade.

Aquilo é cheio de açúcar, a consistência mais peganhenta do que me lembrava e o sabor artificial, a que nos fomos habituando durante a nossa infância com a entrada galopante destes produtos processados que se consumiam sem qualquer problema, já não me agrada.

Por isso comi o pacote todo menos dois quadradinhos. Só a pensar na saúde das minhas crianças, claro, que tanto corante os podia deixar menos saudáveis e inteligentes, óbvio. E deixei os dois só porque houve um menino que as descobriu antes de ir para a cama (mania de querer fotografar as coisas com luz do dia, bah) e tive de prometer que podia provar no dia seguinte.

[e diz que as gomas que sobraram da última festa também estão a desaparecer durante a noite... a minha casa deve ter anõezinhos só pode...]

11 comentários:

Mãe(q.b.) ao quadrado disse...

lolol este FDS o meu homem pediu-me para ver se descobria essas mesmas gomas, pois ele era doido por elas qd era puto (vocês devem ter andado na mesma escola pelos vistos :p)

Acho q foi bom n ter encontrado, senão tb ele acabava com o sonho de criança rsrsrsrs


jocas anoa que anda a fanar as gomas aos pikenos :)

Helena Barreta disse...

E por que será que os anõezinhos, que habitam nas nossas casas, só gostam de doces? Podia dar-lhes para comer sopa e assim, mas não, são mesmo gulosos.

Beijinhos

Costinhas disse...

oh Helena, olha que os anõezinhos aqui de casa são bastante específicos :p fora as gomas (diz que é o seu calcanhar de aquiles) não há muitos doces que apreciem e o resultado é a maioria deles que por cá habita acabarem no lixo :p

Sofia disse...

Xiiiiiiiiiiiiii....aos anos que eu não via isso!!
Bjs

sofia disse...

:D

gralha disse...

Leva lá os vinte e cinco tostões e compra um Floco de Neve :)

Grilinha disse...

Tem me acontecido episódios semelhantes... ainda há umas semanas atrás comprei aquelas sombrinhas de chocolate que se comiam nos nossos tempos. Era a melhor das recordações de chocolate que tinha em memória....
Pois 30 anos depois, foi a desilusão. Nem consegui comer até ao fim...o chocolate não era o máximo e nem por sombras poderia ser o melhor chocolate de todos os tempos. Devia ter ficado só com a recordação....

Gostei dos anõezinhos, ehehe...
beijocas

Cris disse...

Tem piada! Esta semana tb as descobri numa daquelas lojas que vende café ao quilo e com um cheiro delicioso! A ginástica (mental) que eu fiz para não as comprar!.... :-/

Francesca disse...

eia, pá. O que eu me lembro disto. :)

jmalho disse...

bem... adorava essas gomas :)e guarda-chuvas de chocolate.... e molhinhos de cenouras em chocolate...

Bala disse...

AAAhh, também me aconteceu o mesmo com as mesmas gomas.
Pura desilusão!
Há coisas que vale a pena manter só na memória, não é verdade?!

Bjinhos