quarta-feira, maio 11, 2011

Hoje...

apontei um erro, que não o era, a alguém.

Quando esse alguém me quis explicar que não tinha sido um erro eu nem ouvi e chateei-me sem necessidade nenhuma. Quando confirmei a veracidade do que ele me dizia com outra pessoa dentro da área, percebi que o tinha julgado com o preconceito de outras situações que aconteceram e que não aceitei a sua opinião simplesmente por pensar que era apenas uma desculpa. E senti-me mal. E assim que pude voltei a telefonar assumindo o erro e a pedir desculpa. E quem ouviu perdoou, ficou tudo bem.

Eu é que ainda não me perdoei a mim mesma.

8 comentários:

Mãe(q.b.) ao quadrado disse...

É... ás vezes é difícil aceitar os nossos erros, mas pá és humana não és maquina e olha que até as maquinas erram :p

jocas

ROSINHA (tilida5ever design) disse...

Também és humana...

Helena Barreta disse...

Pior do que errar é não admitir que se errou, o que não é o caso, já pediste desculpa, foi aceite, o que demonstra que a outra pessoa entendeu que, por vezes, mesmo as pessoas mais justas ou que não fazem juízos de valor, também erram.

Um abraço

Estrela do Mar disse...

Não sejas demasiado exigente contigo.

Pediste desculpa. Foi o mais importante.

Luna disse...

Errar é humano, quem não errou atire a 1 pedra. Tu assumis-te o erro e pedis-te desculpa a pessoa já mto é bom, hoje em dia poucos o fazem infelizmente. Agora dar um tempo para essa ferida cicatrizar,bjinho

mica disse...

nós gostamos de ti assim :))))
http://arrifanasea.blogspot.com/2011/05/gosto-de-ti-com-todos-os-teus-defeitos.html

bjocas

Sophis disse...

E depois sentes-te tão mal que só passa quando falas com a pessoa. É a primeira coisa que vais fazer amanhã :)

Dulce disse...

Esta sou eu, Sandra. Já me aconteceu tal e quale ainda sinto as lágrimas. As minhas.