sexta-feira, setembro 30, 2011

Aos estudantes universitários que deviam era estar nas aulas...


Sabem o jardim público que começam a ocupar a partir das nove empunhando imperiais (sim, às vezes cada um tem mais do que uma) e mais recentemente acompanhados de imberbes amarrados a latas de cervejas pelos tornozelos?

Esse jardim, por mais estranho que vos pareça, não é só para vocês nem para os senhores que vão queimar a relva e outras plantas com os xixis e cócós dos seus cães pela manhã (poupo-vos à foto). Nesse jardim, mesmo no meio da cidade, há quem queira aproveitá-lo para se sentar a uma sombra e ler um pouco no intervalo do almoço e há miúdos que correm e jogam à bola nessa relva que com o passar do dia vai ficando escondida por latas e copos, xixis - ok, não esconde nada, mas cheira mal - e cócós, e, beatas e outros lixos.

Mas sabem uma coisa? O pior de tudo são as garrafas partidas que deixam para trás e que por vezes a equipa de limpeza, que passa logo de manhãzinha antes de voltarem a assentar arreais, não vê e acaba por deixar para trás.

E se experimentassem ir às aulas para variar? Se calhar até aprendiam qualquer coisa, não?


[desculpem a acidez, mas os vidros partidos de hoje tiraram-me mesmo do sério. ou não carregasse há 30 anos a marca de uma garrafa partida que deixaram caída junto à minha escola primária...]

15 comentários:

Rita disse...

Uma verdadeira falta de civismo :(

Mocas disse...

aplaudo de pé! ainda ontem falava sobre isso.

Nita Pirolita disse...

E os vomitados? Sim ... reclamei ontem disso!!

Alexandra disse...

Sabes que sempre que vejo faltas de civismo como estas e outras (a lista é infelizmente muito extensa) penso sempre nas minhas filhas e como me preocupo diarimente por lhes ensinar que a nossa liberdade termina onde começa a liberdade dos outros. Seria cá um desgosto...
Bjs

Costinhas disse...

Alexandra, pois que então somos duas. Será que daqui a uns anos eles se vão lembrar disso?

Faço figas que sim.

Ana disse...

Ainda por cima cerveja Tagus. Bah!

(Para alijeirar, este meu comentário parvinho, ok? Que eu concordo em absoluto com o que escreves. E acho até que deverias tornar este post mais público e visível.)

Palavras disse...

parabens pela critica, muito bem mesmo.
Concordo plenamente.

Costinhas disse...

Ana, fica descansada que eles nisso são plurais. eles é tagus, é sagres, é super bock, enfim, basicamente tudo o que tenha álcool.

O cheiro naquele jardim pelas 18h é qualquer coisa de assustador.

Quanto ao mais visível, estão à vontade para partilhar ;)

Mãe(q.b.) ao quadrado disse...

é isso q eu n percebo... mas os universitários não estudam?
e outra, será que ninguem gosta de ver um parque bonitinho de relva verde e sentar-se nele, tem de ir pra lá mijar, cagar e estragar
bah

cambada!
jokas

Helena Barreta disse...

Como mãe de um universitário digo, sim, o meu filho foi educado com valores e o civismo esteve e está presente, mas nestes dias de praxe, que, felizmente, acabaram ontem com a Mega festa do Caloiro, ficam assim esparvoados e como que esquecidos (com o que consomem não é de estranhar) do que lhes ensinámos e do que eles próprios, noutro momento, também criticam, mas depois passa-lhes e segunda-feira começam, a sério, a empenhar-se no que têm de fazer, que é estudar. Assim espero.

Também eu tenho desgosto ao ver isto e ainda mais sabendo que o meu filho é um deles e sim, eles lembram-se dos nossos ensinamentos, mas a "corrente" do grupo é mais forte, mas de uma coisa me orgulho, é que passada esta loucura ele volta ao seu normal.

Beijinhos

rosinha_dos_limoes disse...

é que é de manhã até ... à outra manhã! nem de noite param :(

eu já fui jovem, já fui universitária, já participei nas praxes (como caloira e no 2º ano), mas com modos bolas! é possivel!

e de manhã passar com a filha no carro ao lado de uns putos (sim que todos tem ainda cara de putos) de preto aos gritos e gozo e outros de cabeça baixa? que cenário triste para mostrar a minha mais nova :p

Petit Gateau disse...

Concordo com tudo menos com uma coisa... Os donos dos cães devem levar um saquinho para apanhar as necessidades dos bichos (eu pelo menos faço-o), mas o que esperam que façamos com os xixis que fazem na rua??? É não estou a ver a solução... A não ser que criem zonas reservadas a leitura, etc... e outras para os bichos :)

Costinhas disse...

petit gateau, é só uma questão de não os deixar fazer xixi nas ervas e arbustos pois o xixi dos cães é altamente corrosivo.

eu tinha dois cães bem grandes, infelizmente agora já só tenho um deles, mas é possível termos cães e não estragarmos os jardins com os seus dejectos sólidos ou líquidos.

E sei bem o gasto que é ter de reparar um relvado queimado pelo xixi dos cães.

O que deveria haver mais, era wc's caninos como há em alguns jardins que permitem os donos passearem os seus animais sem estragerem ou sujarem áreas onde vão estar por exemplo adultos, crianças ou até bebés a brincar.

(repare como me estou a cingir aos jardins e não à via pública)

Ana disse...

Experimenta ir ao Rossio logo pela manhã...por estes dias tem sido do pior. Muito triste ....mesmo!

Petit Gateau disse...

Concordo plenamente. Mas de facto tal só é possível se existirem áreas próprias... É que, precisamente por concordar, procuro evitar que o meu cão faça xixi nos jardins. Contudo, se há coisa que os cães adoram fazer é ir para a relva brincar e cheirar tudo.. O meu por muito que passeie entende que tem sp que marcar o seu território e nem sempre consigo controlar.. De facto seria muito facilitado se houvesse espaços próprios para podermos andar com eles avontade :)