segunda-feira, dezembro 26, 2011

Tarde de Natal...


Dormiram quase até à uma da tarde. Agradeceram o Pai Natal não ter comido as bolachas todas (eram as últimas) e lamentaram não lhe terem deixado o leite para desembuchar. Tomaram o pequeno-almoço depois da uma. Almoçámos depois das duas. Continuaram a tentar descobrir o que era a prenda mistério e por fim, conseguiram*. Delinearam tácticas para no próximo ano provarem aos amigos que o Pai Natal afinal existe mesmo. Brincaram com os (poucos) brinquedos novos. Brincaram com os antigos. Brincaram com amigas. Jogaram bingo com as mulheres crescidas enquanto os homens crescidos jogavam uma suecada. Comeu-se muito.

Esteve sol.

[e acabou-se o dia numa marotona de filmes aninhados no sofá. foi bom.]



* repesquei uma tradição da minha mãe que era nos preparar uma prenda mistério que podíamos abrir quando descobríssemos o que era ou, no limite, na manhã de Natal. Valia tudo menos abrir para espreitar. Ela dava-nos a prenda uns dias antes e nós morríamos até ao dia de finalmente desvendar o mistério. Não me lembro nunca de ter acertado. Com eles fiz um pouco diferente. A prenda foi-lhes dada na noite de Natal com a condição de só abrirem quando conseguissem descobrir o que era. A brincadeira durou até à tarde de domingo quando finalmente acertaram: uma caixa de mikado :p

3 comentários:

Mãe V e Pai T disse...

olha que excelente ideia! A prenda mistério! Adorei! Feliz Natal para vocês!

mica disse...

a tua mãe era excecional :) bjo

Rita disse...

Que ideia tão gira e acho maravilhoso continuares com as tradições que a tua mãe fazia :)

Podes me dizer onde compraste as botinhas de natal? São lindas :)

Beijos e bom ano!!!