segunda-feira, novembro 22, 2010

E depois não querem que o ballet seja só para meninas...

Texto retirado do email enviado aos pais, pela professora de ballet:

(...) Irá realizar-se uma aula aberta para os Encarregados de Educação,e no final haverá uma pequena surpresa para as nossas pequenas BAILARINAS! (...)

Ainda bem que o miúdo ainda não sabe ler...

12 comentários:

Crente disse...

E os bailarinos, será que vão participar? ;)
Beijos

Cláudia disse...

Ohh, Realmente...

Sabemos que foi sem querer, mas podiam ter um pouco mais de atenção na escrita do e-mail.

(é o hábito... certamente "contam-se pelos dedos das mãos", os meninos a frequentar esta actividade, pelas razões que todos sabemos...)

Bjs

Costinhas disse...

Cláudia, acho que é mesmo o único nesta escola e acho que isso torna ainda menos justificada esta gralha.

Eu sei que é força do hábito, e nem terá sido por mal, mas - como a mãe capotada já referiu no seu blogue em tempos - enquanto se mantiverem tão "cor-de-rosinha" na forma como se dirigem a potenciais alunos e aos que já lá andam que também mantém afastados os rapazes de aderirem.

Mae Frenética disse...

Indeed...

Rita (a minha pequena lua) disse...

é mesmo verdade... sabes que na sala da Joana tenho duas mães a quem os meninos, filhos, pediram o ballet, mas que quando as mães dizem que os vão inscrever começam a dizer que não querem ir porque é coisa de meninas... é um disparate autêntico... isso e as brincadeiras. sinto que muitos meninos sofrem imenso porque adoram brincar com bebés e carrinhos de bonecas e como é coisa de "menina" sofrem e não brincam com receio de serem gozados... é uma parvoíce...

Soph disse...

Espero que já tenhas feito o REPARO à devida SENHORA!!!

Bekas C. disse...

:( humffff

Concordo com a Sofia: não te esqueças de chamar a atenção para o "lapso" lá na escola!

E para os bailarinos, não vai nada, nada, nada?? TUDO!!!!!

Avessa disse...

Com o meu pequeno acontece o mesmo. É o unico entre meninas, a professora encoraja a sua presença, mas quando existem reuniões ou recados são sempre mencionadas "as bailarinas". E ele já sabe ler...

Monica disse...

Por essas e por outras é que depois se fazem juízos errados sobre os homens que dançam ballet...

Costinhas disse...

Meninas, acham mesmo que eu me calava com uma coisa destas? Seguiu logo resposta para a professora.

É assim que se criam os estereótipos. E eu no que puder lá estarei para os combater.

Tita disse...

Ora ai esta a Sandra que eu gosto!!!

outsider disse...

Por outro lado, a professora poderia estar a tentar repor alguma justiça na língua portuguesa: por que raio é que, quando a maioria das pessoas é do sexo feminino, se verifica uma prevalência do sujeito masculino quanto à designação do grupo? Assim como temos o direito de não seguir o acordo ortográfico, também deveríamos poder corrigir o que se evidencia como uma incorrecção ou injustiça...