quinta-feira, junho 30, 2011

E no entretanto...


ele continua a mergulhar na piscina natural da praia como se não houvesse amanhã, ela divide-se entre experiências de streetsurfing, bodyboard, ateliers de jornalismo e não sei quantas coisas mais incluindo o simplesmente brincar, e a vida vai(-lhes) seguindo normal, feliz e indiferente a todas as arrelias e deformações que os crescidos ganham por se terem tornado nisso mesmo. Crescidos.

Tão bom ser criança. Tão bom vê-los crianças. Tão bom deixá-los ser crianças e comportarem-se como tal (birras de sono excluídas).

10 comentários:

pipian handmade disse...

Deixá-los ser crianças!e alimentarmos sempre a criança dentro de nós!rir,correr,brincar,..enfim nunca deixar de fazer as coisas que verdadeiramente nos libertam.

Sílvia disse...

Nós só complicamos realmente! Por aqui também andamos o caranguejo, até quando...
Beijinho:)

Sara MM disse...

Que fofura!!!

E como é bom qd eles nos consideram tb a nós crianças!!

Soph disse...

... e começo a desconfiar que ele tem escamas em qualquer sítio!!!
O HOMEM parece um PEIXE!!!! :)

Rita (a minha pequena lua) disse...

eles é que levam uma vida tão boa!!!!

Mónica disse...

Que maravilha :)
Beijocas

Helena Barreta disse...

É mesmo muito bom. Ser criança é diversão, alegria e risos contagiantes.

Beijinhos

Mocas disse...

e a luta que eu travo para não crescer demais. bj

estrela disse...

ser criança é das melhores coisas da vida! eu também deixo os meus serem livres de brincar até quando quiserem! as birras de sono até nós crescidos as temos!!!

Mãe(q.b.) ao quadrado disse...

Que chanatas tão nitas pá :)

Olha deixa-os curtir a vida, q isto de ser crescido é uma fatelice... ai quem me dera ser outra vez criança :)

jocas