quinta-feira, setembro 20, 2012

Rotinas...

Mais do que as rotinas deles, mudei as minhas. O meu ritmo de trabalho é um bocado alucinado e as horas de sono diárias eram metade do que o normal para toda a gente e, mesmo que eu seja pessoa de dormir pouco, começaram a ser notoriamente insuficientes. Ainda assim, ou por causa disso mesmo, não conseguia dar despacho a tudo o que tinha em mãos - mesmo que parte da culpa recaia sobre outros fatores que fogem ao meu controle, mas adiante - pelo que estas férias comecei a pensar onde podia mexer, no que é que podia melhorar.

Assim, agora durmo umas seis horas por noite (e enquanto vocês pensam "só?!" eu digo "tanto!") e impus-me um horário de trabalho em casa. Um luxo.

Os dias começam pelas 6h30 para terminar alguma coisa que tenha deixado a processar quando me fui deitar no dia anterior - geralmente é quando faço os uploads das fotos ou ponho a gravar os DVD's) e se possível dar um jeito rápido a qualquer coisa em casa. À hora que estou a sair de casa, estão os miúdos a levantarem-se ou, com sorte, já acordaram e posso dar-lhes uns miminhos extra enquanto eles se despacham. O António que entretanto também já passeou os cães e está pronto, trata dos pequenos-almoços deles e vai deixá-los nas escolas. Pelas 8h00 já estou sentada no meu trabalho e daí até às 17h00 é sempre a bombar e a pedir que não surjam nenhum tipo de surpresas ao final da tarde (o que é altamente provável).

Se não houverem surpresas, vou-os buscar à escola e deixo-os na respetiva atividade do dia, e, enquanto os dias forem longos o suficiente, ainda vamos a um parque antes de regressar a casa.

À chegada, brincam ou terminam o que possam ter por fazer dos TPC enquanto despachamos o jantar e fazemos alguma coisa em casa, jantamos e estamos juntos (a tv foi banida nas noites de domingo a quinta) até por volta das 21h30 que é a hora limite para estarem na cama. É nesta altura que entro ao serviço novamente até cerca das 00h30.

Tem corrido bem até agora. As manhãs tem sido muito mais fáceis (também por termos estabelecido uma hora fixa para sair de casa e eles só poderem ver tv entre o momento que estão efetivamente prontos e a hora marcada para sair), os finais do dia muito melhores, eu tenho estado mais tempo com eles (embora de vez em quando ainda me apanhe a ir ao computador antes da hora estipulada) e tenho conseguido fazer render mais as noites.

Ainda assim, não é a solução que eu neste momento idealizava. Mas quem sabe se não virá a ser um dia destes...

6 comentários:

Maria João disse...

Ai é tempo para estar com o maridão?? O que tem de ser tem muita força e acredito que sejas uma grande mulher para conseguir seguir esse ritmo alucinante. Haja trabalho, não é?

Maria João disse...

O é era para ser e:)

Costinhas disse...

Maria João, também há claro. Isto é o esquema base/genérico para os dias de semana, mas haja criatividade e arranja-se sempre umas quantas variantes :p

Anna^ disse...

Estás no bom caminho :)

Soph disse...

Estou aqui de barriga CHEIA de tantas novidades!!!

*********************

"... deixá-los nas escolas" - estão os dois na mesma, certo??? Mudou alguma coisa???

Mil Beijinhossssssssss para TODOS!!!!*********

akombi disse...

Quem me dera organizar e cumprir u plano, odeio rotinas e horas estipuladas as tem que ser e com elas neste ano letivo em horários opostos está a ser complicado, ms ando a dormir menos e por incrível ando com mais energia, apesar de quase não me sentar ao longo do dia, o único momento que me lembro de estar sentada é qd conduzo e um pouco á noite....nós mulheres queremos tanto, e exigem tanto de nós...ufaaaa!Vou respirar fundo!!!!