terça-feira, janeiro 15, 2013

bye bye térmitas...

e uns quantos euros valentes, olá buracos em tudo o que é rodapé e chão da rua.

O que vale é que só ficam assim, esburacados ou arrancados, até março. Isso se as queridas não voltarem a dar o ar de sua graça, claro.

Não voltem, não? Agradecida.



[o tratamento consiste em aplicar uma calda inseticida nas paredes, placa e fundações, por dentro de casa e por fora, para manter as bichas longe.]

4 comentários:

akombi disse...

Que tudo corra bem.

akombi disse...

Que tudo corra bem.

ouvirdizer disse...

Ó minha querida... tudo de bem!!! Tu fazes-me lembrar eu no sentido em que quando tudo vai num sentido aparece outro que não é o que queriamos... tipo no mês em que recebo o irs sobem-se MUITO a prestação da casa (euribor a 3 meses), o suficiente para levar cada euro do irs...
Acabo um emprestimo que me levava 100 euros por mês, uma luzinha... carta a indicar que deixamos de receber abono das crianças, o valor é ela por ela...

De maneira que não sei se as desgraças só vêm quando podem... ou se não pode haver um desafogo na vida...

Agora, o que me assusta mesmo... é ter uma casa de madeira... até tremi.
Sandra, o que pode levar ao aparecimento disso? Foi a primeira vez que o facto de tirares excelentes fotografias me assustou... vê-se tudo...

Boa sorte!
Vera

Soph disse...

As always... POSITIVE!!!!!*

Mil beijinhos com SAUDADES de TODOS!

PS: No outro dia vi o Migas a passar pela janela...