terça-feira, abril 17, 2012

12 anos...

para mim foi como se tivesse acontecido há um par de horas.

Está tudo demasiado fresco e vívido na minha memória. O dia anterior (a semana anterior), o que sonhei na noite anterior (o que não dormi na noite anterior), o pedido que fiz (a promessa que posteriormente quebrei), a manhã (a minha chegada e a reação à mesma), a espera, a besta do médico que não conhecia e como me disse o que disse, o abraço do meu primo e o depois.

Dizem que o tempo cura tudo. É mentira. O tempo ajuda, mas não cura.

Tenho saudades tuas. Este ano mais do que todos os outros.

Uma filha, mesmo que mãe, precisa sempre da sua mãe.

37 comentários:

mica disse...

um grande grande beijinho

Rita disse...

Abraço apertadinho

Orange Pekoe disse...

Tem toda a razão Costinha.
Bjs de Macau

Maggie disse...

Imagino que custe mto mto...

bjo
Maggie

Mãe ao quadrado disse...

:( toma lá um abração!

Anna^ disse...

Um abraço carregado de mimo. (e o tempo realmente só atenua a dor porque a saudade,essa há-de morar sempre connosco).

Helena disse...

Um abraço, pois um abraço sabe sempre bem.
Helena Antunes uma leitora

Alfacinha e companhia disse...

Como te compreendo...

Beijinhos sentidos.

Pimpolha disse...

Costinhas,

Um abraço para si.

Só uma coisa:
Na sua última frase acrescente a palavra grande: Uma filha, mesmo que grande mãe, precisa sempre da sua mãe.

Pois é o que você é, uma grande mãe, mas também só pode ter aprendido com a sua mãe a ser assim:)

Beijinhos
Pimpolha

Pat disse...

Precisa sim, uma filha mesmo sendo mãe precisa sempre de mãe,

Abraço-te

Pat

Célia disse...

O tempo ajuda mas não cura a falta de uma mãe... beijos

Graça disse...

Um grande, grande beijinho e a abraço apertadinho ***

Costinhas disse...

eu não vos mereço :)

obrigada e sintam-me aqui a receber cada abraço, cada beijo e cada mimo cheia de felicidade.

Umbigo disse...

um beijinho Sandra, e força para essa provação. nem imagino a dor que é e acho que não há um dia em que não pense de como vai ser difícil quando perder a minha.
beijinho grande.
Inês

Helena Barreta disse...

Um abraço apertado e um beijinho.

Eu acrescento, uma filha, mesmo que mãe, precisa sempre do seu pai. O meu, não fosse o AVC, fazia hoje 87 anos.

Um beijo

Smile disse...

O tempo apenas tira o incurável das nossas prioridades

Rita disse...

um beijo sandra.

Sofia disse...

Fico de lágrimas nos olhos Sandra, porque uma filha precisa sempre de uma Mãe...
Um abraço muito apertado e um beijo cheio de miminho para ti.

Sofia

Sofia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cat disse...

Emocionei-me com estas palavras. É verdade que o tempo não cura e também é verdade que não há palavras suficientes para acalmar e confortar o coração de quem fica. De qualquer forma recebe um forte abraço e um beijinho

CLS disse...

Fazes-me pensar... Acho que mostro pouco o quanto preciso da minha, tenho-a aqui tão debaixo da minha asa que nem consigo realizar a sua falta.
Um beijinho e um grande abraço.

Ana A. disse...

Há sentimentos que nos fazem viver cada letra, cada palavra, cada pausa do que se lê... mesmo sendo outra pessoa a escrever é um olhar para nós mesmos e entender, sentir e reviver... custa tanto, dói tanto. Como eu entendo e infelizmente partilho dessa dor... Um beijinho muito grande e continua a ser como és <3
Ana

Costinhas disse...

não tenho palavras para vocês... obrigada!

Susana Canhola disse...

Um grande abraço.

Rita (a minha pequena lua) disse...

beijinho grande Sandra...

gralha disse...

Um grande abraço, Sandra.

Mónica disse...

Precisa mesmo... e seu eu preciso TANTO do meu Pai, que já cá não está, nem quero imaginar não ter a minha Mãe.
Beijocas grandes querida.

1gota disse...

Abraço forte... :*

* disse...

Sinto exactamente como tu há 5 anos e todos os dias sinto a falta dela.

bj


Sandra (Guga 2004)

Raquel disse...

Não sei o que é isso, felizmente, mas imagino que seja como descreves. Não concebo a vida sem os meus pais. Posso vislumbrar o vazio imenso que deve ficar. Beijinho grande

Tita disse...

Ela está muito orgulhosa de ti, esteja ela onde estiver!
Um beijo gigante

Mamuska disse...

Um beijo enorme :)

inesn disse...

mil beijos.

Paulo Batoca disse...

E como para mim além de prima por vezes também foi minha mãe, im beijo para ela que onde quer que esteja nos vê todos os dias....

Diana Bento da Silva disse...

Vou dar te um abraço enorme!!

Diana Bento da Silva disse...

Vou dar te um abraço enorme!!

luz-estelar disse...

amor, desculpa, só vi este post agora. abraço-te muito. beijo enorme.

joana